JORNADAS DE TERAPEUTAS DE ALMADA

Assim foram as Jornadas de Terapeutas de Reiki, do Núcleo de Almada.

Com uma vista maravilhosa para Lisboa, na Pousada da Juventude de Almada.

Com as presenças de Olinda Ângelo, Valter Jacinto e Maria João Vitorino, que foram os Oradores deste evento.

Na Abertura falou-se sobre a grande caminhada do Reiki, como Associação.

A insistência em falar sobre os Cinco Princípios do Reiki e a sua prática diária, como terapeuta e no atendimento das pessoas.

A transição com o Reiki . A Bênção do Reiki. Aprender a aceitar a passagem.

Reiki com os Seniores.

O tempo de voluntariado nas Instituições.

Projecto Apoiar-TE com seu desenvolvimento e estudo durante 4 meses, com pacientes de várias patologias, e seus testemunhos. Usando uma escala baseada na Escala de Edmonton.

Uma homenagem à minha menina Iris, que foi uma grande companheira no trabalho de Reiki a Animais, ela era o modelo claro como o Reiki funciona neles, e mesmo iniciada em Reiki.

A mensagem do Reiki. Recomendações da C.N.E.T.R. e Esclarecimentos legais.

Foi uma tarde bem passada, útil e esclarecedora para quem estava presente. O trabalho vai-se fazendo, ultrapassando obstáculos e sempre activos!!!

 

Coordenadora Olinda Ângelo

 

DIA INTERNACIONAL DE REIKI – ALMADA

NÚCLEO DE REIKI DE ALMADA

A celebração do dia Internacional do Reiki, foi realizado no Parque da Paz de Almada, no Monte da Nascente.

Os oradores foram Olinda Ângelo e Valter Jacinto.

Foi explicado qual o propósito do encontro. A importância da auto aplicação e os respectivos Princípios.

No caso de serem um terapeuta de Reiki qual o procedimento correcto, o que devem fazer ou não.

Aconselhámos que as pessoas presentes tomassem conhecimento sobre a Comissão de Ética no site da APR.

Deram-se orientações da forma como deveriam aceitar uma terapia de Reiki.

Fizemos o Circulo Mawashi e a conexão ao Universo.

De seguida, fizemos uma pequena meditação de relaxamento, enquadrada na Natureza.

Por fim, fizemos o encerramento, festejando o aniversário do Mestre Mikao usui, com um miminho de um bolo!!

Olinda Ângelo e Valter Vacinto

A POLÉMICA SOBRE OS VALORES DOS CURSOS DE REIKI

Não foi fácil encontrar uma imagem bem alusiva à mensagem que quero passar, mas encontrei esta sobre tatuagens que define bem os valores de cada imagem e que sem dúvida nenhuma mostra a diferença dos desenhos, consoante seu respectivo valor.

E, aqui começo por partilhar o seguinte:

As pessoas procuram saber valores, escolas de Reiki, duração do curso, níveis, etc…

Existem indivíduos que oferecem os níveis, outros aplicam baixos valores, e, no final quando as pessoas nos aparecem para fazer voluntariado, partilhas, encontros de Reiki, chegam à conclusão que pouco ou nada lhes foi ensinado. Já dei com tudo. Nem os Cinco Princípios conhecem, a aplicação da auto cura e refiro-me às posições, nunca ouviram falar. Outros dar Reiki aos outros, ouviram qualquer coisa mas nunca sentiram, ou seja não receberam na formação a colocação das mãos nas áreas corporais. Manuais, e eu já os vi e tive-os nas mãos, por exemplo um aluno com mestrado de Reiki Essencial tinha 4 folhas A4 dobradas ao meio, um mestrado. Outros meia dúzia de folhas muito básicas, enfim nem me adianto mais em contar nestes 20 anos que estou no Reiki o que já chegou às minhas mãos. Sei de uma coisa, quando esses alunos participavam nas minhas aulas, ficavam sem jeito por nada saberem em relação aos meus alunos. Não sou melhor que ninguém, mas ensino o que me foi ensinado e muito mais, as minhas experiências e estudos sobre as bases de Reiki.

Pois bem, as escolhas são sem dúvida de cada um.

Cada aluno vai dar às mãos de quem tem que ir. Costuma-se dizer quando o aluno está pronto, aparece o mestre ou vice-versa.

É bom recordar, que existe livre arbítrio, então existem escolhas…certo?

Depois notam bem a diferença.

A maioria, ainda por cima, desconhecem os métodos existentes.

Pela partilha da imagem vamos colocar o método principal existente sobre Reiki, Usui ShiKi Ryoho, ou método tradicional.

Sendo esta formação a base original universal, (e mesmo assim, a original nunca saiu do Japão) comparando-a à 1ª imagem do desenho da cabeça do leão, que está desenhada perfeitamente por um profissional, esta tem um investimento de R$ 2.000, a 2ª imagem uma cabeça de leão desenhada por um curioso, custa R$ 200 e uma 3ª cabeça de leão desenhada estilo um aprendiz em desenho, custa R$ 20, penso que nesta partilha está bem explícito a grande diferença da forma como se passam os cursos de Reiki.

Nem tudo o que reluz é ouro, diz o velho ditado, e o barato sai caro, sem dúvida nenhuma. Existe uma diferença, quando o investimento tem uma diferença, será que é tão dificil de perceber?

A coisa nem sempre parece o que é!

As pessoas ficam contaminadas pelas publicidades enganosas, como “oferecemos, damos, só paga x”…

Essas mesmas pessoas pensam que estão bem encaminhadas, outras pensam aqui é mais barato e fico ligada ao Reiki, e mais interpretações surgem, tudo depende como cada um as interpreta à sua forma.

Esta pequena partilha vem para descodificar de alguma forma, o que se passa com as más divulgações e publicidades sobre a Técnica Complementar o Reiki!

E para relembrar mais, afirmo aqui o seguinte:

NÃO SOMOS NENHUMA RELIGIÃO!

NÃO SOMOS NENHUMA SEITA!

NÃO MANDAMOS DESPIR NINGUÉM!

NÃO CURAMOS NINGUÉM!

REIKI NÃO TEM CONTRA-INDICAÇÃO NENHUMA!

SOMOS UMA FILOSOFIA DE VIDA!

 

 

 

 

 

 

 

Núcleo de Almada

Olinda Ângelo

Cuidados Paliativos no Reiki – Núcleo Almada

Paliativos, vem do latim “pallium” que quer dizer manto, cobertor.

Era uma capa colocada nas costas dos cavaleiros das Cruzadas, para protegê-los das intempéries.

Cuidados paliativos são cuidados de proteção contra o sofrimento que é a natureza de uma doença grave, incurável. Fora as possibilidades de tratamento, de controlo. Que ameaça a continuidade da vida e está em progressão em determinado ser. Que o vai levar à morte, ao desencarne, sua terminalidade.

Terminalidade quer dizer que é uma doença grave, que está progredindo, seguindo seu curso natural. Que produz as intempéries, a que damos o nome de sofrimento.

Quando a doença encontra o ser humano, ele produz uma melodia única que se chama de “sofrimento”. As doenças repetem-se nas pessoas, mas o sofrimento é único, cada um tem o seu, que pode ser um destes 5 tons diferentes:

EMOCIONAL – som mais complexo, o peso de entender, de buscar. Porque está a acontecer tudo isto comigo??

SOCIAL – dimensão familiar, que é um doente familiar social, cuja situação fica num buraco.

ESPIRITUAL – é fundamental, porque dá a essência de sermos humanos. A espiritualidade é o encontro da forma como nos relacionamos connosco mesmos, e, na forma como nos relacionamos com o outro, com a natureza, com o Universo.

A MORTE – que é uma transição, mas que tem uma beleza impar de tristeza. A morte é um dia que vale a pena viver.

O APRENDIZADO – que recebemos ao lidarmos com o sofrimento, é algo que não se consegue descrever.

Após ter concluído todos os níveis do meu percurso de Reiki com vários métodos, comecei a minha grande caminhada.

Pratiquei, em mim todo o processo da aplicação da auto cura, os Cinco Princípios diariamente. Até que chegou o momento de experienciar no outro o mesmo processo. Sentia uma necessidade imensa de colocar as mãos e proporcionar o bem-estar que eu própria sentia.

Aos poucos fui-me dirigindo às pessoas que me rodeavam, amigos e respectivos familiares. Mas tudo isto não bastou. Por que o Universo sabe sempre o que é melhor para mim.

E o interessante aqui, do nada, após ter partilhado com algumas pessoas o que fazia, aos poucos, algumas delas partilharam também com familiares e os pedidos começaram a chegar. Então era do género, Olinda uma pessoa minha amiga encontra-se hospitalizada, se pudesses ir comigo ao hospital vê-la agradecia-te. E, eu, toda contente lá ia. Em hipóteses alguma eu saberia o que ia encontrar. E onde eu começo meu trabalho de Reiki??? Pois é Oncologia. Levei um baque, pois aquela situação fez-me lembrar a doença de minha falecida mãe. Fiquei pensativa mas, vamos lá, se aqui estou é por alguma causa, deixei de me questionar e dirigi-me à pessoa em questão.

Era uma senhora. Fui apresentada e foi-lhe dito o que eu fazia e que era a tal pessoa que aceitou ajudá-la.

Fiquei surpresa, porque eu própria ainda não sabia bem o que estava ali a fazer, olhei para a senhora que estava deitada e pensei e agora como faço a aplicação?

Ela estava toda entubada e não tinha áreas corporais onde eu pudesse colocar as mãos. Concentrei-me e lá fiz o que tinha acabado de intuir. Nesse processo em que me tinha concentrado de repente intuí para iniciá-la. Sempre questionando, porque eu sou assim mesmo, de tudo quero respostas e mais uma vez concentro-me e começo o processo de iniciação do método Essencial, que era o mais simples para proceder ao propósito. A senhora a cada passo que eu estava a dar ficava mais calma, serena, com um a luminosidade que qualquer pessoa via. Acabei de fazer tudo e de repente ela adormeceu, a familiar que me tinha levado olhou para mim e falou; Olinda que maravilha, que lhe fizeste? Ela parece que está no céu!! Faz tanto tempo que ela não estava tão serena. Como a senhora tinha adormecido, fomos embora. Passado uns dias, essa pessoa que me levou ao hospital, veio agradecer-me pelo acto em si, pois a enfermeira que cuidava da senhora que tratei, comentou que não tinha visto uma partida como a da tal senhora. A paz, a serenidade com que se encontrou não era de forma alguma normal num doente oncológico. Fiquei feliz ao ouvir a descrição, mas fiquei a questionar; mas que aconteceu se tudo correu bem para a senhora partir…??? Recordo que eu estava no princípio de vida no caminho do Reiki. E assim começa a minha saga nos cuidados paliativos com o Reiki. Mal eu sabia o que estava para acontecer nesse caminho. Hoje, depois de tanta experiência, de prática em mim e nos outros, a essa situação dou-lhe o nome de “A Bênção do Reiki”!

Olinda Ângelo

 

 

ATIVIDADES DO MÊS DE ABRIL – MAIO

Nos dias 03, 10, 19 e 24 de abril e nos dias 3 e 12 de maio como tem vindo a ser habitual, tivemos a prática meditativa e partilha de Reiki, mas para além destas atividades, e uma vez mais, “descentralizamos” a sede do Núcleo da Guarda a outros locais

Como prometido, o Núcleo da Associação Portuguesa de Reiki, deslocou-se uma vez mais à freguesia da Rebolosa, para uma sessão de meditação com Reiki e partilha, durante 2h30 permitiu experimentar meditação em grupo e sentir alguns dos benefícios desta terapia, mesmo que por algumas horas, foi reconfortante este convívio entre as colaboradoras do Lar de Santa.

Não podíamos deixar de agradecer, uma vez mais, a cedência da sala à Junta de Freguesia da Rebolosa, na pessoa do Sr. Presidente Manuel Barros. E um enorme bem-haja à Alice Miragaia pelo desafio lançado ao Núcleo da Guarda, pretendemos levar mais longe o Reiki, sempre que de nós necessitem lá estaremos para marcar presença.

A todos/as Só Por Hoje estamos Gratos!!!

 

Dia 17 de maio, tivemos a honra de receber, no Núcleo da Guarda o Presidente da Associação Portuguesa de Reiki, João Magalhães, onde todos/as tiveram a possibilidade de conhecer o que é o Reiki de forma simples e prática, para terapeutas, Reikianos ou simplesmente interessados nesta terapia. O Núcleo da Guarda agradece a visita e esperamos que volte brevemente.

 

Dia 20 de maio, o Núcleo da Guarda foi convidado para estar presente na atividade “Dia da Família” na Alameda de Santo André na Guarda, para a prática meditativa, desde os mais pequeninos aos mais crescidos participaram em duas sessões distintas, uma no período da manha e outra no período da tarde, um dia maravilhoso e num ambiente verdadeiramente familiar…A todos/as os nossos agradecimentos!!!

Os coordenadores do Núcleo da Ass. Port. Reiki – Guarda

Cláudia Pissarra e José Peres Barros