Reiki para Pessoas com Necessidades Especiais Cuidadores – Núcleo Fundão

No dia 9 de março teve início o projeto ReikInclui – Reiki para Pessoas com Necessidades Especiais e seus Cuidadores. Trata-se de uma iniciativa desenvolvida em verdadeiro espírito de equipa entre o Núcleo do Fundão da Associação Portuguesa de Reiki e o Núcleo da Pais-em-Rede do Fundão, e tem como objetivo contribuir para o bem-estar das famílias com pessoas com incapacidades. Agitação acentuada, reações intensas, problemas cognitivos, dificuldades de comunicação e de mobilidade podem ser algumas das manifestações associadas. As sessões de Reiki pretendem promover a tranquilidade e estimular as pessoas com necessidades especiais e contribuir para o bem-estar dos seus cuidadores.

Objetivos do projeto:

  • Através da aplicação de Reiki, potenciar o relaxamento, desenvolver estímulos nas crianças com incapacidades e limitações e devolver alguma tranquilidade aos seus cuidadores;
  • Ser uma boa prática na área do Reiki e da Inclusão;
  • Realizar uma sessão de esclarecimento sobre o projeto, sobre a aplicação do Reiki e a APR para os pais envolvidos e comunidade em geral;
  • Proceder à realização de sessões individuais de Reiki aos participantes no projeto;
  • Analisar e avaliar os resultados da aplicação do Reiki.

ReikInclui tem como destinatários 6 crianças identificadas com necessidades especiais e seus cuidadores, num total de 12 pessoas que beneficiam da Terapia Complementar Reiki. As sessões são implementadas nas instalações da Pais-em-Rede do Fundão, na sala de estimulação sensorial, com a colaboração do projeto Matriz E6G e sua coordenadora e equipa responsável da Fab Lab Aldeias do Xisto, agradecendo o apoio a este Projeto.

Os participantes no projeto foram identificados pelo responsável pelo Núcleo da Pais-em-Rede do Fundão, Fernando Oliveira, tendo-se assegurado a participação de cuidadores que precisam de um apoio extra e de crianças com necessidades especiais que irão beneficiar desta terapia.

Trata-se de meninos e meninas com limitações cognitivas e de mobilidade e os seus cuidadores estão também sujeitos a grande desgaste físico, emocional e mental e o reforço da sua Energia Vital é importante, tal como uma melhoria no seu estado anímico. Este reforço reflete-se também na criança, pelo incremento de bem-estar geral à sua volta.

Será feito registo de todas as alterações verificadas no comportamento da criança e na qualidade de vida dos cuidadores, com parâmetros de avaliação previamente definidos.
O projeto só é possível graças ao apoio incondicional dos voluntários Fernanda Amoreira, Helena Bento, Helena Reis, Joana Ribeiro e Pedro Belo, que estão muito motivados com esta iniciativa. Será uma aprendizagem prática de grande valia e doação.

Antes do início do projeto, os voluntários fizeram a formação de voluntariado em Reiki para Pessoas com Necessidades Especiais e realizou-se uma sessão de apresentação do projeto e esclarecimento sobre a Terapia Complementar Reiki nas instalações do Núcleo da Pais-em-Rede, que foi aberta à comunidade com a presença de familiares das crianças que vão ser acompanhadas.

A Pais-em-Rede, fundada em 2008, adquiriu o estatuto de IPSS no ano de 2010 e foi oficialmente considerada uma ONGPD – Organização Não Governamental das Pessoas com Deficiência desde 2014, e tem como missão congregar famílias das pessoas com todo o tipo de incapacidades, mobilizando toda a sociedade para a causa comum da sua inclusão.

         

 

 

 

                                                                            

 

Programa de rádio “E porque Hoje é Domingo” – Núcleo do Fundão

O Núcleo do Fundão foi o convidado do programa de rádio E porque Hoje é Domingo, da Rádio Cova da Beira (RCB).

Estivemos à conversa sobre o trabalho do Núcleo e os projetos que desenvolve na Terapia Complementar Reiki. Com o Hospital do Fundão estabeleceu a criação do serviço de consultas de Reiki que, desde 2013 se mantém nesta unidade hospitalar. A maioria dos utentes das mais de 600 consultas que já foram feitas no Hospital do Fundão registou benefícios nas suas questões com resultados positivos e a energia Reiki é percecionada pelo paciente, que sente de facto uma mudança no seu estado. Só em 2017 foram já realizadas 80 consultas de acompanhamento, definidas pela terapêutica a utilizar em cada grupo de patologias.

Quem as procura, idades e as motivações foi também tema desta conversa.

Os resultados têm levado cada vez mais utentes a marcar consulta de Reiki no hospital, alguns por indicação médica.

Falámos também sobre a importância dos mecanismos de regulação para a prática profissional de Reiki. A Associação Portuguesa de Reiki instituiu de forma normativa e formativa estes instrumentos para a correta prática do Reiki e para salvaguarda dos terapeutas.

Terminámos a nossa conversa com informações sobre o Congresso Nacional de Reiki que acontece no próximo dia 28 de outubro, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto.

 

Link da gravação:

https://www.mixcloud.com/dulcegabriel58/porque-hoje-é-domingo-8-de-outubro-2017-rcb-paula-roque/

Dia do Voluntário – Fundão

No dia 5 de dezembro celebrou-se o Dia Internacional do Voluntário e o Núcleo do Fundão da Associação Portuguesa de Reiki pretende homenagear as nossas voluntárias terapeutas de Reiki que tanto fazem para que o Reiki chegue cada vez mais longe e apoiem de coração quem precisa.
Um profundo agradecimento pelo tempo e dedicação.
Patrícia, Andreia, Fátima, Helena, Maria João, Liliana, Helena, Anabela, Inês, Andreia, Paula.
Fica o testemunho de algumas pessoas que se disponibilizaram para deixar o seu agradecimento pelo vosso empenho.

Protocolo Núcleo do Fundão APR e Carolina Teixeira Serviços Clínicos e de Bem Estar

Dia 27 de setembro foi assinado o protocolo de cooperação entre o Núcleo do Fundão da APR e Carolina Teixeira Clínica de Saúde e Bem-Estar com sede na Covilhã, que contemplou a indicação de terapeuta que cumpra a Norma Portuguesa da Prática da Terapia Complementar Reiki, o Código Deontológico e os valores éticos e o apoio à mesma no esclarecimento de dúvidas resultantes da prática de Reiki.

O Núcleo dispõe de um grupo de voluntárias que estão afectas aos projecto de consultas de Reiki no Hospital do Fundão, algumas desde 2013, e dada a experiência obtida pela prática e pelo bom desempenho, de entre as voluntárias foi proposto indicar Andreia Albuquerque, pela sua antiguidade no projecto e residência também na Covilhã, para estabelecer a prestação de serviços de consultas Reiki com a Clínica Carolina Teixeira.

Seguiu-se a assinatura do Acordo de Prestação de Serviços entre a terapeuta Andreia Albuquerque e a Clínica Carolina Teixeira, onde ficaram estabelecidas as regras de utilização do espaço, a marcação de consultas e percentagens de comparticipação do valor das consultas.

Andreia Albuquerque irá dar atenção às crianças e já solicitou à Clínica a divulgação das consultas de Reiki para adultos e crianças, pretendendo também dar enfoque nas questões de auto estima das crianças, dos receios e medos, da aprendizagem.

Esta Clínica alia os serviços médicos não medicamentosos – Medicina Geral e Familiar, Enfermagem, Fisioterapia, com as terapias não convencionais – Homeopatia, Acupuntura, Reiki, o que representa um bom caminho a seguir na prestação de cuidados de saúde.

O protocolo tem a duração de um ano, renovável.

20160927_131927

20160927_131444 13681096_918391651640583_5801820290579146883_n 13412895_889190474560701_3943340876605253122_n

Reiki para Crianças | Núcleo do Fundão APR

No passado dia 19 de junho estivemos junto das crianças e pais com a finalidade de promover o encontro entre gerações na 2.ª Edição da atividade Crianças em Movimento a convite da Associação Entrelaços.

No programa estava a atividade Reiki para Crianças e o Núcleo do Fundão esteve com as crianças a descobrir como elas sentiam a sua energia passar pelo seu corpo, pelas várias grutas em referência aos nossos centros energéticos. Agradeço à Sílvia Oliveira pelo apoio, cuja linguagem utilizada no seu livro Super Reikinho nos inspira a todos nós.

Ajudar a perceber porque está triste e como fica o seu corpo quando isso acontece, ou quando temos medo ou ficamos ansiosos. Deixar as crianças aprender a sentir. Com o Reiki são abordadas questões de uma forma diferente, simples como o Reiki é, com tempo para sentir e com mais amor.

Depois as crianças foram convidadas a desenhar a(s) gruta(s) que gostaram mais e a maioria deu ao coração e raiz a sua preferência. E tivemos um desenho da gruta Coroa. Foi muito bom ver desenhadas muitas raízes, fortes e uma até tinha um coração. Ainda melhor foi ver grutas do coração luminosas e cheias de cor. As crianças exprimiram facilmente pelo desenho os sentimentos e conseguiram reproduzir os tesouros que têm dentro delas.

Em colaboração com os voluntários/as, a quem muito agradecemos o apoio, fizemos uma roda de energia para as crianças sentirem a energia Reiki a passar no seu corpo.

Os pais estiveram sempre presentes ouvindo as explicações, assistindo à expressão livre no desenho que se reproduzia e mantendo ali presente o seu apoio e muitos ficaram com vontade de saber mais para apoiar com Reiki os seus filhos e, no final, estivemos em conversa com alguns.

Levar as crianças a (re)descobrir o Reiki é profundamente inspirador!

Foto 2 Foto 3