Associares-te na Associação Portuguesa de Reiki – um caminho de vivência nos princípios de Reiki
Associares-te na Associação Portuguesa de Reiki – um caminho de vivência nos princípios de Reiki

Associares-te na Associação Portuguesa de Reiki – um caminho de vivência nos princípios de Reiki

A 2 de Outubro de 2008 foi fundada a Associação Portuguesa de Reiki com o grande desejo de poder apoiar os praticantes de Reiki, sem diferenciação entre eles e o esclarecimento sobre a prática de Reiki em Portugal. Assim, desde o primeiro momento foi e é sempre o nosso propósito apoiar no esclarecimento, na prática, na vivência e no apoio aos que mais precisam, através dos ensinamentos do Mestre Usui.

Em 2022 cumprimos 100 anos de Usui Reiki Ryoho, ou seja, do momento em que o Mestre Usui constituiu a sua escola e o seu método. E nesta nossa existência de 13 anos, pretendemos trazer esta celebração a todos os praticantes, ao longo de todo o ano, para que ecoe em mais 100 anos os grandes benefícios que a “Arte Secreta de Convidar a Felicidade” traz a todos os nossos corações e à nossa vida.

Razões para seres associado

Mas para que te associares, se na verdade tanta informação é disponibilizada por nós gratuitamente, fazemos voluntariado e acabamos por doar tanto de tão diversas formas?

Existem cinco razões principais:

  1. Participar – Como associado tens as assembleias gerais onde a tua voz é ouvida e as propostas de todos são colocadas a votação. Este é um princípio universal e fundamental na Associação. Mais ainda podes também colaborar escrevendo as tuas partilhas como voluntário ou vivências como praticante de Reiki.
  2. Inovar – Promovemos projetos de voluntariado, apoiamos a prática de Reiki em hospitais e instituições, apoiamos projetos académicos de investigação sobre os benefícios de Reiki. Por isso, estamos sempre abertos a inovar e a melhorar. A nossa forma de trabalho é através de grupos, tendo cada um a sua missão, dentro da missão da Associação e constituído por aqueles associados que assim desejem trabalhar neles. Conjugando os projetos de investigação nacionais e internacionais com protocolos, guias de apoio, e muito mais destinado a praticantes, terapeutas e Mestres de Reiki, damos sempre uma mais valia aos nossos associados.
  3. Vivenciar – Com os núcleos de Reiki e com a sede, criamos sempre atividades e formas de puderes vivenciar a tua prática, conforme te ensinaram e mesmo partilhando técnicas ensinadas pelo Mestre Usui. Como voluntário recebes também uma formação específica para a tua prática, o que contribui para uma formação continuada o que poderá também contribuir para um futuro profissional.
  4. Ética – Como associado, estarás por dentro da autoregulamentação, que é um caminho para o reconhecimento da terapia e do ensino. Como associado podes sempre promover mudanças e melhorias, assim como fazer parte da CNETR – Comissão Nacional de Ética para a Terapia Reiki.
  5. Apoiar – Ser associado é também querer ajudar o trabalho que se faz por todo o país e contribuir com tão pouco o que faz tanta diferença. Ao longo de todos estes anos nunca aumentamos a quota e sempre apoiamos os associados que não tiveram condições para a pagar. Reiki é mesmo assim e é o espírito de entreajuda que mais precisamos nestes tempos e nesta vida. Ao partilharmos os trabalhos que são realizados, inspiramos também os praticantes de Reiki e muitas vezes abrimos porta a mais iniciativas de voluntariado em instituições por verem tão bons resultados com tantos anos.

Descomplicar

Por vezes os praticantes podem pensar que associar significa ter que seguir escrupulosamente regras ditadas, ou só o poderem fazer tendo determinado nível de Reiki, Mestre, ou sistema de ensino. Na verdade nada disso se passa.

O conceito da Associação Portuguesa de Reiki é a de ser inclusiva e aberta, por isso mesmo pertencemos e fomos uns dos fundadores da ERG – European Reiki Group, que é um grupo para associações inclusivas, académicos e praticantes interessados no vivência ao longo da Europa, da prática de Reiki.

Da mesma forma, a Associação Portuguesa de Reiki acolhe praticantes de qualquer nível, sistema e mestre, pois para nós o importante é uma vivência conjunta na diferença e um crescimento comum.

Cinco princípios na vivência da Associação Portuguesa de Reiki

Vamos ver também como os cinco princípios se enquadram no espírito de missão e visão da Associação Portuguesa de Reiki.

1 – Sou Calmo – Não te zangues

Promovemos um crescimento harmonioso na tua prática e na tua vida. Acreditamos que um a um, todos nós fazemos diferença no conjunto.

2 – Confio – Não te preocupes

Aprender a confiar não é fácil, mas uma aprendizagem. Acreditamos sempre e por isso continuamos. Como o Mestre Usui dizia “Confia no Universo, que o Universo confia em ti.

3 – Sou grato

A gratidão é um princípio valioso para compreendermos as nossas próprias dificuldades e as questões que também surgem em grupo. Assim, esforçamo-nos para aprender com as lições que a vida nos traz e promovermos uma “vida pacífica e feliz”!

4 – Trabalho honestamente – Trabalha diligentemente

Na Associação trabalhamos voluntariamente e queremos sempre que em primeiro lugar esteja a tua família, o teu descanso e trabalho. Assim, no tempo que defines, entrega-te ao voluntariado. Este é um caminho de grande honestidade que traz benefícios para todos.

5 – Sou bondoso – Sê bondoso

Para nós é importante aceitar as aprendizagens que cada um tem e por isso mesmo esforçamo-nos para acolher com bondade e incentivar a bondade em todos os que nos procuram, quer através do seu próprio autocuidado, quer através da doação do voluntariado.

Podes também ler aqui dez razões para seres associado e, sem dúvida, que aqui podes inscrever-te como nosso associado.

É com imenso gosto que te acolhemos, ainda mais neste ano de celebração tão bonito. Bem vindo!!!