Terapia Reiki como projeto no Hospital Distrital de Pombal, uma proposta

O núcleo de Pombal da Associação Portuguesa de Reiki quer desenvolver um projecto de voluntariado de consultas gratuitas de terapia complementar no Hospital Distrital de Pombal. O anúncio foi feito durante uma sessão pública de esclarecimento sobre o Reiki, realizada sábado à tarde no mini-auditório do Teatro-Cine de Pombal.
nucleo Reiki Pombal
Segundo Elsie Lopes, Assistente Hospitalar de Cirurgia Geral naquela unidade hospitalar, que integra o Centro Hospitalar de Leiria, o projecto já foi apresentado estando a aguardar pela “luz verde” por parte da direcção clínica e do conselho de administração.
O objectivo principal passa por levar o “bem-estar dos doentes através do relaxamento, equilíbrio emocional mental e físico” proporcionando uma “redução e alívio da dor” com “serenidade, auto consciencialização, diminuição do stress, ansiedade, sofrimento e medos”.
O projecto, já implementado em outros hospitais do país, terá como público-alvo “todos os pacientes internados ou em regime de ambulatório, seus familiares e cuidadores, bem como a pessoas que colaboram nos diferentes serviços da instituição”.
Elsie Lopes, que juntamente com Sónia Godinho, criou o núcleo de Pombal da Associação Portuguesa de Reiki, enaltece a importância daquela forma de terapia “ministrada através do toque, promovendo um processo de bem-estar a nível físico, mental emocional e espiritual”.
No entender daquela médica-cirurgiã, “com o avanço dos tempos e das tecnologias” as pessoas deixaram de manter “laços estreitos com os seus médicos” pelo que “o Reiki vai trazer a humanização e estreitar a relação com os doentes”.
Até porque, segundo Elsie Lopes, a “medicina está aberta a novas terapias complementares” e a “novas formas de estar e de pensar a espiritualidade”.
Aquela terapeuta refere, ainda, que “os estudos têm demonstrado bastante sucesso no bem-estar dos doentes” designadamente os oncológicos. “A pessoa relaxa e isso provoca diminuição da corrente sanguínea, a oxigenação melhora e isso produz um estado de relaxamento profundo e de bem-estar”, afirma.
Referindo que “o toque, o carinho, o amor acalma-nos” até porque “transmite calor, serenidade e cura”, aquelas formadoras e terapeutas de Reiki pretendem com o núcleo. recém criado em Pombal, “espalhar os saberes, a vontade e a filosofia de vida à comunidade”.
Para além do testemunho do terapeuta Rui Pinhão junto de doentes de Alzheimer, aquela sessão pública contou com a intervenção de vários reikianos que transmitiram as suas experiências com aquela terapia.
Fonte: Notícias do Centro