Thursday, October 22, 2020

Dia do Voluntário, uma celebração com praticantes de Reiki


A Associação Portuguesa de Reiki, saúda todos os seus voluntários, pela sua dedicação, generosidade e saber, nesta comemoração do Dia Internacional do Voluntário – 5 de Dezembro.

Desde 2008, com a nossa fundação que trabalhamos na doação da terapia Reiki através do Voluntariado, tendo chegado oficialmente às instituições em 2013. Por estas já passaram dezenas de terapeutas e Mestres que sentiram o apelo do serviço ao outro, dedicando um pouco do seu tempo, saber e coração. Se hoje em dia o Reiki se encontra cada vez mais reconhecido deve-se muito a este serviço. Através do voluntariado chegamos a todas as camadas da Sociedade, alcançamos seniores, pessoas com deficiência, pessoas com doenças oncológicas, hospitais, prisões e instituições de solidariedade.

Através de um trabalho sério, seguindo sempre o código deontológico, a nobreza da alma, respeitando a pessoa e a instituição, o voluntário terapeuta de Reiki leva as suas mãos ao equilíbrio e bem-estar do seu próximo, não olhando a quem, nada pedindo em troca. Honra assim, os cinco princípios que fazem parte da nossa filosofia de vida e que, no fundo, são valores presentes na sociedade.

Como diz Teresa Mendes, nossa voluntária “Ser voluntária de Reiki, é acima de tudo, doar-me, é fazer vir ao de cima o que de melhor há em mim, é amar o meu semelhante, sem julgamentos. É colocar-me ao serviço de um bem maior, que é a Energia Universal. Ser um instrumento dessa energia que é puro amor, para melhorar a vida de quem o recebe.” É esse acto de doar sem olhar a quem, que depois se reflete no coração do voluntário ” Quando entro no lar e vejo os olhinhos dos meus queridos velhinhos a brilhar, fico tão feliz que não tenho palavras para dizer o que sinto. É muito bom poder fazer alguém feliz! Ser voluntário é fazer algo do coração, sem pensar em receber nada em troca, mas também se aprende muito com eles. O carinho e o respeito com que nos tratam preenche-nos o coração.”, quem nos diz é Fernanda Mendes.

Este sentido de estar e crescer com os outros, eleva o nosso Ser, mostra-nos como em tão pouco tempo e partilhando um pouco do que sabemos, podemos fazer tanta diferença, uma diferença que nos faz crescer, tudo é uma troca e quem nos diz é Rosa Fernandes “O serviço de voluntariado, para mim, tem como único objectivo dar um pouco de nós, do nosso carinho e amor, da nossa disponibilidade e ajuda, de forma a tornar o dia-a-dia dos mais carenciados, mais agradável e encantador. Retirar um pouco o cinzento da vida e inundar com um lindo arco-íris que irá preencher os nossos dias. E quando digo “nossos”, refiro-me aos que recebem a nossa solidariedade e a nós próprios. Como voluntária aprendi que tudo não passa de uma troca. Isso mesmo!!!! É encantador para nós também: aprendemos tanto e recebemos tanto carinho e amor daquelas pessoas.”

Sem dúvida que o voluntariado funciona bem e de forma construtiva, quando todos estão inteirados do seu objectivo – instituições promotoras, voluntários e utentes, Carla Lopes conta-nos que “O Lar onde vou, uma vez por semana, acolheu-me com verdadeira entrega, mesmo antes de nos conhecermos, pela confiança que demonstram na Associação Portuguesa de Reiki. Ora este ponto de partida cria uma segurança mútua entre os participantes do projeto (Reikianos e quem acolhe o projeto) e, ao mesmo tempo, a responsabilidade acrescida de quem dá sem reservas ou expectativas.”

Encerramos com a reflexão de Cátia Duque a nossa coordenadora de Santa Maria da Feira “Porque fazer voluntariado é apostar na qualidade do mesmo, na durabilidade e frequência do mesmo, na entrega e na dedicação, não no número final de projetos, isso é ego, não coração. Acima de tudo, sinto que fazemos parte de um mundo em que é preciso apostar, valorizar quem temos e o que podemos fazer para ajudar o outro. Para mim, fazer voluntariado em reiki é uma dádiva do Universo, porque me coloca ao serviço do mesmo, onde tenho a consciência de ter o coração preenchido com amor. Crescemos juntos, terapeutas e utentes, construímos algo juntos, rimos, abraçamo-nos e preocupamo-nos com o bem-estar uns dos outros. Ser voluntário é saber amar o próximo como a si mesmo, e eu aprendo essa lição de vida todos os dias. Sou muito grata por isso. Sem dúvida que este trabalho, que mesmo a oportunidade de doação, não seria possível sem o precioso contributo dos nossos Coordenadores, todos eles voluntários, todos eles com o coração no lugar certo, envolvendo-se nas questões das suas comunidades e apoiando ao desenvolvimento de uma melhor sociedade.”

Muito obrigado a todos pelo crescimento mútuo, por fazerem as comunidades mais fortes e resilientes, mais unidas.

A todos, Voluntários e instituições que nos acolhem, um grande bem-hajam!

 

[box type=”note”]

Desde 1985 que esta data é celebrada, após ter sido instituída pela Organização das Nações Unidas. O objetivo da ONU é fazer com que, ao redor do mundo, sejam promovidas ações de voluntariado em todas as esferas da sociedade.

  • Contribuir para a criação de novos paradigmas de organização social e económica que não permitam a existência de crises como a actual e valorizem mais a pessoa como destinatário do desenvolvimento.
  • Despertar as consciências para uma maior e mais cuidada atenção aos outros, designadamente, aos concidadãos que vivem em situação de maior empobrecimento;

Dia Internacional do Voluntário – 5 de Dezembro

[/box]

 

[box type=”info”]Podem ler mais testemunhos de Voluntários em Reiki aqui…[/box]

 


 

associacao_portuguesa_reiki_redondo_120 Descobre os conteúdos exclusivos para os associados no nosso site www.associacaoportuguesadereiki.com

 

(Visited 337 times, 1 visits today)