Saturday, October 31, 2020

APACI

O Lar Residencial da Apaci é uma resposta social cujo objectivo é a satisfação das necessidades sentidas pelos utentes e suas famílias numa perspectiva holística. Algumas das famílias procuram a Instituição com o objectivo de “contratualizar” os nossos serviços para a satisfação das necessidades básicas dos seus familiares e nossos utentes, mas a nossa preocupação vai mais além, procuramos prestar um serviço com qualidade de vida.

Esta qualidade de vida engloba todas as componentes do ser humano, desde a satisfação das necessidades básicas como, a alimentação, a higiene, a saúde, até à sua autodeterminação e autoconhecimento.

Tendo presente esta preocupação da Instituição, de dar uma resposta “global” às necessidades sentidas pelos utentes, surge o Reiki e o projecto de voluntariado levado acabo pelos professores Lara e Paulo.

O primeiro contacto que tivemos com o Paulo e a Lara foi informal, pois não sabíamos muito bem o que era isto do Reiki. Mas ficamos curiosos e achamos que realmente poderia ser uma mais-valia para os utentes do Lar Residencial. Percebemos de imediato que os voluntários estavam com vontade em apostar nos nossos utentes, acreditavam que podiam melhorar a sua qualidade de vida. E é este o cerne de tudo, da nossa missão “melhorar a qualidade de vida dos nossos utentes e sua famílias…”.

A primeira intervenção dos voluntários Paulo e Lara foi junto da Direcção da Apaci e da equipa do Lar Residencial. Para nós colaboradores era importante também conhecermos um pouco desta filosofia. Nesta sessão informativa, alguns colaboradores tiveram o primeiro contacto com o Reiki, referindo sentirem de imediato os benefícios da intervenção.

Após esta primeira sessão informativa, ficou agendado um dia para o Prof. Paulo e Lara se deslocarem ao Lar Residencial para conhecerem os nossos utentes e calendarizarmos as suas intervenções junto deles.

Na visita ao Lar, os voluntários tiveram o primeiro contacto com os utentes, estabelecendo-se de imediato um ambiente de empatia entre eles. De referir que nesta primeira visita, e perante alguma instabilidade comportamental de alguns clientes, o Paulo e a Lara fizeram uma pequena intervenção junto deles, sendo possível observar que esses utentes ficaram mais calmos.

Tendo em conta as dinâmicas e rotinas do Lar Residencial e a disponibilidade do Paulo e da Lara ficou definida a periodicidade do seu voluntariado.

Desde essa altura (Janeiro de 2012) até à data, a equipa do Lar Residencial tem verificado uma importância acrescida do voluntariado Reiki junto dos utentes e dos benefícios que advém.

São inúmeros os benefícios que poderíamos referir, mas ficam alguns e o nosso bem-haja pelo voluntariado do Paulo e da Lara e o desejo de que possam continuar connosco.

  • A equipa do Lar Residencial tem verificado que alguns dos utentes que apresentam instabilidade emocional e comportamental passaram a demonstrar esta instabilidade com menos frequência.
  • Também verificamos que nos utentes que apresentam mais estereotipias (sons repetitivos, gestos, etc) e que após a intervenção reike ficam mais calmos, recorrendo menos a essas estereotipias.
  • Todos os utentes aguardam com ansiedade a intervenção do Paulo e da Lara, pois quando chegam ao Lar referem que querem ser os primeiros a ter a intervenção.
  • Para alguns utentes é um momento agradável de relaxamento, após o longo dia de actividades. Nestes utentes, percebemos uma “entrega” mais intensa às sessões reike e verificamos que no final do dia adormecem com mais facilidade.
  • Verificamos também que os utentes mais autónomos sentem na Lara e no Paulo os seus confidentes, falando dos problemas que sentem no dia-a-dia, das suas zangas com os colegas. Nestes casos, e após a intervenção reiki, o utente toma a iniciativa de pedir desculpa ao colega pela atitude menos correcta.
  • Sendo a população que caracteriza o Lar Residencial jovem, nenhum dos utentes apresenta problemas de saúde graves, mas verificamos que estas sessões também contribuem para o seu bem-estar físico, nomeadamente no que se refere às limitações causadas pela deficiência (posturas incorrectas, mobilidade reduzida, …)
  • E um factor também ele importante passa pela auto-determinação dos utentes. Com as sessões reiki percebemos que os utentes sentem mais auto-confiança para falar sobre os seus desejos e vontades exprimindo-os, tanto junto do Paulo e da Lara como da equipa do Lar Residencial.
  • O trabalho do Paulo e da Lara ultrapassa o período que ficou estipulado, pois sempre que são convidados pelos utentes para comparecerem na sua festa de anos, fazem o esforço para estarem presentes.
  • Mas, a intervenção do Paulo e da Lara, vai mais além que os nossos utentes, pois quando foi necessário, também fizeram a sua intervenção junto das colaboradoras do Lar, também elas susceptíveis ao desgaste emocional do seu trabalho.

Muito Obrigada!

Barcelos, 26 de Outubro de 2012

A Coordenadora do Lar Residencial

Maria José Silva Pereira Bastos

[box type=”info”]

CONTACTOS
Núcleo de Barcelos 

Rua da Olivença, Urb. Qta. da Espinheira, bloco 3, Fracção B
4750-191 Barcelos
Telem. n.º 929075561 ou 929193968

Site: www.reikiembarcelos.com
Blog: http://reikiembarcelos.weebly.com
Facebook: http://www.facebook.com/reikiembarcelos
Email: info@reikiembarcelos.com ou reiki.em.barcelos@gmail.com

[/box]

 


 

associacao_portuguesa_reiki_redondo_120 Descobre os conteúdos exclusivos para os associados no nosso site www.associacaoportuguesadereiki.com

 

(Visited 336 times, 1 visits today)