Sunday, November 1, 2020

Reiki para animais, há 6 anos a cuidar com amor

Nestes últimos 2 anos têm surgido muitas iniciativas de Reiki para  animais mas esta aplicações da terapia tem bem mais tempo. Porto Santo, a nossa paradisíaca ilha no Atlântico, é preenchida de Reiki pela Mestre Joana Ricardo.

post-reiki-para-animais

Há quanto tempo começaste a fazer Reiki a animais?

Desde o dia da minha iniciação no 1º nível de reiki, em 2007.

Qual foi a tua primeira experiência?

Em Novembro de 2007, fiz o meu primeiro curso de reiki e por coincidência, uma das minhas cadelas foi operada nesse dia.

A mestre com quem fiz todo o meu percurso como reikiana explicou-nos que podíamos dar reiki aos animais e às plantas, e claro que assim que cheguei a casa, quis experimentar esta habilidade! Infelizmente (ou talvez não) a Guga ficou completamente em pânico e recusou-se a deixar-me tocar-lhe…. Durante uma semana, todo o reiki que lhe dei, teve que ser à distância, e eu duvidei que servisse para alguma coisa.

Na visita seguinte à veterinária, para remover os pontos, ela ficou surpreendida com a rapidez da cicatrização e com a evolução da Guga.

Nem nessa altura eu não atribuí a recuperação rápida ao reiki… ainda não tinha a noção exacta de quão longe podia ir!

 Sentes ser diferente fazer a um animal de uma pessoa? Como?

Na essência, não é diferente, mas para mim, é mais agradável…. Reiki é reiki J …é sempre aquela sensação de deixar fluir Amor através de nós.

Eu gosto de dar reiki a um animal :) é algo muito natural, faço-o sem pensar e saboreio muito bem aquele momento.

Um animal não espera “milagres” nem quer que lhe explique direitinho, como é que o reiki funciona :) …limita-se a permitir que lhe dê tanto reiki quanto quiser aceitar….sem complicações! J

Eu tenho um particular prazer em ver como eles apreciam uma terapia, ficam descontraídos, relaxados…. E isso deixa-me feliz.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Qual a tua maior e mais gratificante experiência?

O Beiçolas, claro!

O Beiçolas é um mero, um peixe…. Um peixe enorme, “selvagem”, que vive num barco afundado, aqui na baía do Porto Santo.

Que os meus cães aceitem reiki, que mo peçam claramente…eu até acho natural, afinal vivem comigo e com reiki todos os dias!

Mas o Beiçolas, que me vê apenas de vez em quando, reconhece-me (mesmo num grupo grande de mergulhadores) e pede reiki: se eu não lhe oferecer as minhas mãos, ele próprio vem dar-me umas cabeçadas amigáveis!

No fim do Outono passado, fizemos um mergulho lá, no Madeirense; quando cheguei à areia, vi o Beiçolas pousado no fundo. Pareceu-me estranho que não viesse ter connosco, que é o comportamento habitual… ou pelo menos, ficar á nossa espera, por cima do barco. Aproximei-me e percebi que tinha alguma coisa grande na boca….aquele palerma, tinha apanhado um peixe-porco ENORME, que estava completamente atravessado, entalado, na boca!

DSC_0938-s

Deixou-me retirar o peixe, sem qualquer problema, e depois, veio pousar a cabeça entre as minhas mãos, à espera que o reiki lhe aliviasse o desconforto de ter estado 2/3 dias de boca aberta! Eu achei graça, porque ele ia abrindo e fechando o maxilar, mas sempre com a cabeça bem pousada nas minhas mãos!

Eu sei que ele sente o reiki a passar e o que me impressiona mais, é que sabe que de alguma forma, o alivia!  :)

E a aquela que tenha sido mais perturbadora?

A recuperação das patinhas do Pinoia.

O Pinoia é um dos meus cães, o mais velhote, o mais independente e o mais refilão, também!

Durante o cio de uma cadela, saiu de casa…. E não voltou! L Corri tudo à procura dele mas acabei por me convencer que tinha sido atropelado…

Umas 3 semanas depois, quando estava a abrir a janela vi-o a caminhar com esforço…chamei e ele não reagiu….quando o trouxe para casa, compreendi que estava completamente exausto, desidratado, esfomeado…. Ficou imóvel, deitado no ninho…sem reagir…quando tentei perceber a gravidade da situação, vi que as patas de trás estavam com mau aspecto…estranhas… inchadas: eram uma papa de sangue, terra e ossos.

Claro que o passo seguinte, foi uma visita á veterinária, que quando limpou as patitas, percebeu que estavam gastas até ao osso, na realidade, os ossos de alguns dedos estavam á vista e a única solução, seria amputar os dedos.

Mas o Pinoia tem 12 anos e estava naquele estado de fraqueza total, era arriscado proceder a uma amputação imediatamente.

Nunca me vou esquecer do desafio dela, á saída: “tem 3 dias para o seu reiki fazer um milagre!”… saí em lágrimas…muito pouco certa que o reiki tivesse poder para tanto!

…eu não faço milagres, e ele tinha as patitas ligadas o que me impedia de avaliar a evolução, portanto, limitei-me a dar reiki. Tanto quanto ele quis …e o Pinoia queria! …vinha sentar-se á minha frente e batia-me gentilmente com a patita, depois, deitava-se de maneira a eu perceber que era nas patas de trás que queria a terapia.

3 dias de reiki intensivo. Amputação marcada para o dia seguinte. Nova consulta na veterinária, para reavaliação e preparação para a amputação.

Quando a Sara retirou as ligaduras, não quis acreditar que aquela pasta de tecido necrosado, com as unhas penduradas miseravelmente, começasse a dar sinais de uma recuperação rápida… agora, começava a aparecer um tecido cor-de-rosa, com ar muito saudável.

Eu limitei-me a fazer uma oração de agradecimento aos meus guias de reiki….mas a Sara, deu voltas e mais voltas às patinhas, ainda descrente de que fosse possível uma recuperação tão rápida e eficaz.

Dedicarias-te exclusivamente ao tratamento de animais?

Sim! Isso seria um sonho tornado realidade!!!  :)

O tratamento à distância para animais é eficaz, podes descrever-nos algumas situações?

O projecto Doubutsu nasceu assim mesmo: criar uma bolsa de reikianos dispostos a enviar reiki à distância.

Muitas vezes, pedem-me reiki para animais em fase terminal, e eu vou mantendo o contacto próximo com os donos, para ir avaliando a situação e ajustar o envio de reiki, consoante o animal tem mais dores, ou a situação se agrava de um momento para o outro.

A Pintinha, era uma gatinha cuja dona nos pediu reiki…. Ela estava em fase terminal, com tumores mamários… um fim de vida tremendamente doloroso, para a gatinha e para as donas.

A D. Júlia sabia exactamente quando nós enviávamos reiki, porque a Pintinha se ia deitar no seu canto preferido e ficava mais descontraída…. A dona achava que ela tinha menos dores nessa altura.

E, há pouco tempo, a minha veterinária pediu-me para enviar reiki para um gatinho feral (é o nome que se dá aos gatos que vivem em estado selvagem) que tinha sido atropelado e submetido a uma cirurgia…o bichano estava bem, mas apático e recusava-se a comer…

Reiki enviado, e apenas uns 30 minutos depois, recebo um sms da Drª Sara:

“ O Pimpolho já come e também já tentou arrancar-me os tendões do pulso…. Obrigada!”

Sei que tens um livro para lançar, queres falar um pouco sobre ele?

Este projecto tem estado na gaveta, meio escrito, meio por escrever.

Se por um lado o considero uma total inutilidade, porque dar reiki a animais não é diferente de dar reiki a humanos…. A verdade é que sempre surge alguém que me vem perguntar como é que se faz! … por mais que eu explique que basta bom-senso, respeito e amor…. As pessoas nãos gostam desta resposta  …e a verdade é que não existe nada publicado em português, sobre o assunto.

Por outro lado, á medida que fui dando cursos de reiki, fui percebendo que é importante ter um bom manual…é difícil passar todos os conhecimentos apenas num dia….e isto só para reiki em humanos…. Quando se trata de animais, fica apenas a referência de que se pode dar reiki.

E para completar…. Apercebi-me de que há pessoas que não têm muita experiência com animais e que querem dar reiki… ou estão habituados a lidar com cães, mas nunca tiveram gatos, por exemplo…

Tenho que agradecer a todos os que, ao longo destes 6 anos me foram fazendo perguntas, questionando…porque este manual é para eles!

Que conselho queres deixar para quem deseje fazer Reiki a animais?

Respeito, Amor e bom senso. Se estivermos dispostos a ouvir o que o animal tem para nos dizer, dar reiki a uma animal é muito fácil e muito mais gratificante do que podemos imaginar!

No ultimo mergulho que fiz, encontrei uma garoupinha com um anzol na boca…ora, uma garoupa de 15cm, não é o Beiçolinhas… eu não esperava que ela me deixasse tirar-lhe o anzol da boca (embora já o tenha feito ao Beiçolas, de facto), por isso, pus as minhas mãos em concha, ligeiramente afastadas e perguntei-lhe se queria receber reiki…. Ela veio colocar-se exactamente entre as minhas mãos, e ficou ali, muito quieta, até que deu meia volta a afastou-se devagarinho.

Para mim, dar reiki a um animal, é apenas isto: disponibilizar a energia para que eles possam absorver a que quiserem, nas condições que quiserem….. fácil, não?? :)

Que conselho darias às instituições de animais, para terem o Reiki presente?

O reiki é uma terapia formidável para animais stressados ou angustiados, que passaram por situações de abandono e maus tratos.

Ele ajuda a acalmar e a lidar com a vida numa instituição que, muitas vezes, é completamente diferente daquilo a que estavam habituados.

Penso que qualquer instituição que abra as portas ao reiki, vai rapidamente perceber que tem uma ferramenta muito valiosa para ajudar a melhorar a qualidade de vida dos seus animais.

 

[box type=”note”]

Workshop de Reiki para Animais

No dia 19 de Maio, pelas 10h, Joana Ricardo irá dar um Workshop de Reiki para Animais no Hotel Amazónia. Podem ler mais informações e inscreverem-se, aqui…

[/box] [box type=”info”]

600141_10151534093433275_1717550553_nJoana Ricardo é Mestre de Reiki e Terapeuta, em Porto Santo, na Madeira. É Coordenadora de Reiki da APR em Porto Santo e desenvolve o projeto Reiki Doubutsu – Reiki para Animais.

Joana Ricardo

Telemóvel: 917 69 66 99

Email: joanaricardo@hotmail.com

Site: http://reiki-doinpxo.blogs.sapo.pt/

Morada: R. Francisco Bernardo Jardim, 48, 9400-070 Porto Santo

Sobre o Núcleo de Reiki de Porto Santo…

[/box]

 

 


 

associacao_portuguesa_reiki_redondo_120 Descobre os conteúdos exclusivos para os associados no nosso site www.associacaoportuguesadereiki.com

 

(Visited 2.476 times, 1 visits today)