Saturday, October 24, 2020

Como ponto prévio, este artigo pretende dar a entender, de uma forma geral, a função e a importância que o Rim Energético (e não o Rim anatómico, que comummente conhecemos) tem para o nosso corpo físico e energético. Por isso, quando neste artigo for referido o órgão Rim, estará a ser referida essa unidade energética que tanta importância tem na manutenção da saúde.

O Rim tem como missão conservar a essência da vida, as energias essenciais, que se dividem nas energias elaboradas durante o desenvolvimento embrionário e, seguidamente, das energias que resultam do aporte nutricional e da respiração. Este órgão é como que uma dispensa que alberga a vitalidade e que permite realizar o processo de homeostase (equilíbrio orgânico) sob qualquer circunstância.

É aqui que se alojam dois tipos de energia celestial distinta: a que herdamos dos nossos progenitores aquando da nossa conceção, bem como através da nutrição que recebemos enquanto feto e a que adquirimos já durante a vida extrauterina através da alimentação e da respiração. A energia celestial herdada vai-se gastando ao longo da vida e não pode ser “recarregada”. Os chineses falam da morte como o processo de esgotamento da energia celestial herdada. A que adquirimos ao longo da nossa vida, é “recarregada” diariamente e permite-nos executar as nossas funções básicas do dia-a-dia.

Divide-se em Rim Yin e Rim Yang, tendo cada uma destas partes uma função completamente distinta.

O Rim Yang é a fonte de energia que permite a transformação de energia em matéria. Enquanto o Rim Yin aproveita a sua capacidade energética para elaborar os componentes necessários para a nutrição celular. O Rim Yin é o fundamento essencial para o nascimento, crescimento e reprodução, já o Rim Yang é a força motriz de todos os processos fisiológicos. O Rim Yin é o fundamento material para o Rim Yang, e o Rim Yang é a manifestação do Rim Yin.

Podemos dizer que o Rim Yang constitui todo o nosso sistema neuro-endócrino e o Rim Yin toda a essência pura e nutrição celular. Estas duas partes trabalham em conjunto de forma a manter equilibrados todos os processos orgânicos.

Através dos seus processos, o Rim intervém em três grandes processos:

– Sobrevivência

– Reprodução

– Conhecimento

A sobrevivência do todo depende da sobrevivência das partes, e essas partes são as células, a unidade funcional do organismo humano. É no Rim que se forma o líquido intersticial que possibilita a nutrição celular e as trocas entre as células, permitindo que as células tenham um desempenho saudável e funcional.

Intervém também no processo de reprodução uma vez que aquece, estimula, ativa e dinamiza todo o sistema reprodutor feminino e masculino.

No processo de conhecimento a sua função dá-se de uma forma um pouco mais indireta. Após formar o líquido intersticial e de nutrir o sistema geniturinário, a energia do Rim segue o trajeto de meridianos específicos com vista à estimulação do cérebro. É esta estimulação que permite ao cérebro realizar as suas funções cognitivas.

A energia do Rim participa ainda no aparecimento da dentição, nas características sexuais, na calcificação óssea e na formação dos elementos sanguíneos.

Devido a todas estas funções, os sinais de debilidade da energia Rim passam pela deterioração óssea e articular, diminuição da capacidade mental e da atividade sensorial (principalmente da visão e audição), cáries ou perda de dentes e diminuição da atividade sexual.

Por todas estas razões, é de extrema importância que façamos tudo o que está ao nosso alcance para que esta unidade energética fundamental, o Rim, esteja a funcionar de forma saudável e correta, permitindo que todas estas funções vitais sigam o seu caminho natural.

[box type=”info”]

Autor: Tiago Gonçalves Cabeleira

tiagocabeleira.terapias@gmail.com

(Acupunctor/Naturopata)

Podem ler mais informações a colaboração de Tiago Cabeleira aqui…

Protocolo para associados em consultas de Acunpuntura e Naturopatia…

[/box]

 

 


 

associacao_portuguesa_reiki_redondo_120 Descobre os conteúdos exclusivos para os associados no nosso site www.associacaoportuguesadereiki.com

 

(Visited 1.296 times, 1 visits today)