Friday, October 30, 2020

Marketing espiritual – Quando o Marketing é holístico

Marketing Espiritual A 30 de Junho de 2012 tivemos o Fórum Reiki e Empreendedorismo. Uma partilha de experiências e saberes, um apoio aos praticantes que querem iniciar o seu trabalho profissional no Reiki.

Um dos painéis deste Fórum foi o Marketing Espiritual. Um tema escolhido propositadamente para apoiar o desenvolvimento de boas práticas em tudo aquilo que representa o Marketing. Por vezes pensa-se que o Marketing é algo de negativo e prejudicial mas, quando se está a colocar frases no facebook, convites para cursos, tudo isso faz parte do Marketing.

Vamos então reviver os momentos e a entrevista realizada a Cristina Belém, por Andreia Vieira, na sequência do Fórum Reiki e Empreendedorismo.

Martketing Espiritual

Ao contrário do que o nome poderia levar a pensar, Marketing espiritual não é a aplicação das técnicas tradicionais do Marketing ao universo da espiritualidade. É antes a integração dos valores supremos deste universo nas habituais áreas de actuação do Marketing. Como resultado teremos, certamente, um mundo melhor para todos.

A formadora Cristina Belém apresentou, durante o Fórum Reiki e Empreendedorismo, uma conferência sobre Marketing espiritual. Com ela ficámos a perceber a evolução do conceito de Marketing e de como este caminha, hoje, no sentido de integrar todas as dimensões do ser humano: física, mental, emocional e espiritual.

De acordo com a oradora, passou-se de um período inicial em que as empresas (e por conseguinte o Marketing) se focavam sobretudo no produto, para uma fase em que as atenções se centram no consumidor. Porém, actualmente, “o retorno nominal não chega”. Chegamos, assim, ao Marketing 3.0, em que o foco “está nos valores humanos e nas necessidades espirituais”. Ao mesmo tempo, encontramos hoje “consumidores muito mais interactivos e participativos do que no passado”, constatou.

O conceito

Segundo Cristina Belém, o conceito de Marketing espiritual foi criado por Joe Vitale quando, em 2002, escreveu um livro com o mesmo título. Posteriormente, os princípios defendidos por Vitale começam a ser trabalhados e integrados por diversas correntes de pensamento. Por exemplo, segundo o Dharma Marketing, “nenhuma organização poderá ser maior do que o horizonte espiritual dos seus líderes”.

As referências às denominadas “organizações positivas” começam também a ser frequentes nas publicações relacionados com Marketing. Em 2003, a noção de Marketing 3.0 é cunhada na Ásia, acabando por ser apadrinhada e difundida por Philip Kotler, um dos mais importantes e influentes autores da área do Marketing.

Entrevista a Cristina Belém

marketing-espiritualSer Kurama — O que é o Marketing espiritual?

Cristina Belém – Inicialmente, o termo foi lançado por Joe Vitale no seu livro com o mesmo nome. Hoje o conceito de Marketing espiritual faz parte da terceira geração de Marketing, o Marketing 3.0, que procura focar-se nos valores humanos e nas necessidades espirituais, perspectivando o ser humano como um todo de corpo, mente, coração e espírito. Logo, procurando ter em conta o sentido de realização nas transacções.

SK — Verifica-se já o recurso a esta vertente do Marketing em Portugal?

CB — O objectivo do Marketing 3.0, que inclui a componente do Marketing espiritual, é transformar o mundo num sítio melhor. As directrizes empresariais, nomeadamente, missão, visão e valores, passam a ter em conta essa componente. Hoje, muitas empresas procuram estas linhas de orientação, inclusive em Portugal. Embora a Associação Portuguesa de Reiki não seja uma empresa com fins lucrativos, ainda assim é uma organização e, como tal, pode ser um bom exemplo da prática destes princípios.

SK — Qual é o seu principal conselho para um empreendedor da área do Reiki que pretenda recorrer ao Marketing espiritual?

CB — Procurar focar-se nos seus clientes, respeitar os seus concorrentes/parceiros como complementares à sua actividade. Tentar ver estas diferentes manifestações como um todo da mesma realidade. E não esquecer a vertente da comunicação e da mudança permanentes.
Principalmente, deixar-se orientar pelo coração! E pela vontade, que é algo que provém do coração.

[box type=”info”]

Podem ler todo o Jornal sobre o Fórum Reiki e Empreendedorismo aqui…

10 Mandamentos do Marketing Espiritual

  1. Estime os seus clientes, respeite os seus concorrentes;
  2. Seja sensível à mudança, esteja preparado para a transformação;
  3. Proteja o seu nome, seja claro relativamente à sua identidade;
  4. Existe uma diversidade de clientes; aborde primeiro aqueles que mais irão beneficiar consigo;
  5. Ofereça sempre um bom pacote de produtos e serviços a um preço justo;
  6. Torne-se sempre disponível; espalhe as boas notícias;
  7. Conquiste os seus clientes, mantenha-os e cultive-os;
  8. O seu negócio é um negócio de serviços, seja qual for o negócio;
  9. Aperfeiçoe continuamente o seu processo empresarial em termos de qualidade, custo e distribuição;
  10. Recolha informação relevante, mas tome a sua decisão final sabiamente.

(Kotler, Kartajaya e Setiwan, 2011)

[/box]

 

 


 

associacao_portuguesa_reiki_redondo_120 Descobre os conteúdos exclusivos para os associados no nosso site www.associacaoportuguesadereiki.com

 

(Visited 2.032 times, 1 visits today)