Saturday, October 31, 2020

Mestre Takata e a energia Reiki

Takata

A Mestre Takata teve um papel importantíssimo no Reiki. Foi graças a ela que Reiki chegou ao ocidente. Por isso e pela sua postura, é que ela é considerada uma das três grandes Mestres de Reiki, sendo os outros dois o Mestre Usui e o Mestre Hayashi. Na verdade todos, Mestres e praticantes, são importantes para o Reiki mas estes três representam os pilares nos quais nos fundamos. Neste artigo estão colocadas as suas crenças, um pouco da história de vida e a sua perspectiva para uma vida plena de bem-estar e de prática.

Este é um artigo publicado na Honolulu Advertiser, por Patsy Mtsuura, 25 de Fevereiro de 1974.

Há poder nas suas palmas. A Sra. Hawayo Takata, a única mestre de Reiki no Havai, alega possuir a chave para a energia. Não, não é uma chave para aliviar a crise energética. “É uma energia cósmica para curar o doente”, disse a senhora de 73 anos, com uma aparência jovem. “Reiki, que é aplicado pela mão, vai para a causa e efeito. Quando a causa é removida, não haverá efeito. Reiki não está associado com qualquer matéria/ser visível. É um poder espiritual invisível que irradia vibração e eleva à harmonia. Este poder é incompreensível para o homem, no entanto cada ser recebe as suas bênçãos.

“Eu acredito que só existe um Ser Supremo – o Infinito Absoluto. Uma força dinâmica que governa o mundo e o universo. É uma força universal do espírito divino e está disponível para qualquer pessoa interessada em aprender a arte de curar” Reiki ajuda a alcançar saúde, felicidade e segurança que leva ao caminho da longevidade “.

Nascida em 1900, em Hanamaulu, Kauai, dos falecidos Sr. e Sra. Otogoro Kawamura, imigrantes do Japão, a Sra. Takata foi batizada de “Hawayo” no território do Havai. Imediatamente após o seu nascimento, ela disse que a parteira segurou-a, afagou-lhe a cabeça três vezes e previu que ela seria um sucesso.

Os Kawamuras sonharam uma vida longa e útil para Hawayo desde que sua irmã mais velha, Kawayo, que foi chamada de Kauai, tinha morrido em tenra idade. Eles queriam que a sua filha mais nova fosse digna do seu nome pois para a eles ela “representava” as ilhas havaianas.

Como previsto por seus pais, a Sra. Takata chegou às suas “alturas”. A partir de sua suite do 10 º andar no bairro McCully, ela vê a cidade com um ar de satisfação. Quando finalmente fui ter com ela, já tinha jogado golfe, com nove buracos, e tinha dado tratamentos de Reiki a vários pacientes. “Eu jogo golfe todos os dias há quase 30 anos”, declarou. “E eu não vou de carrinho – eu ando. É um bom exercício. Antes de vir para Honolulu, no Havai, vivi por muitos anos, porque eu não estava satisfeito na Ilha Grande. Eu comprei alguns terrenos, construído uma casa, e lá permaneci por vários anos. ”

Recordando o passado, a Sra. Takata disse que não era sempre um retrato da saúde. Em 1935, quando ela tinha 35 anos, ela sofria de várias doenças, sendo a principal a asma. Ela entrou num hospital em Tóquio para uma operação. Enquanto esteve lá, ouviu falar de Reiki e decidiu experimentá-lo pela primeira vez. Esteve sob os cuidados do mestre de Reiki Chujiro Hayashi, durante quatro meses, tendo recuperado. Ela permaneceu no Japão por um ano e domina a arte da cura. Durante os 39 anos de prática de Reiki no Havaí, ela adquiriu clientes de todos os cantos do globo, incluindo Barbara Hutton e Doris Duke. Esta última quebrou o pulso em 1957 e foi tratada pela Sra. Takata. Ela tornou-se uma aluna. “Reiki está disponível para quem procura”, disse a Sra. Takata.

“Quando o aluno está pronto para aceitá-lo, é mostrado o caminho. Com o primeiro contato ou iniciação a irradiar vibrações nas mãos para o local doente. Se houver dor, ele regista nos seus dedos e palmas das mãos. A doença desaparece quando o corpo responde ao tratamento.”

“Uma dieta adequada aumenta os tratamentos. Legumes e frutas são excelentes alimentos, mas nunca comer quando está preocupado. Vá para a mesa apenas quando você está num estado de espírito agradável. Viemos a este mundo com um propósito por isso devemos ter saúde e felicidade para alcançar nossos objetivos. Devo a minha boa sorte ao meu falecido marido, Saichi, que era um guia de luz, até sua morte em 1930. ”

Sra. Takata disse que pretende ensinar Reiki até 24 de Dezembro de 1977, e se ela encontrar um sucessor espera construir um Centro de Reiki em três hectares de terra que possui em Olaa, perto Kurtistown, Havai. No caso de ela não conseguir encontrar um substituto capaz, o lote será entregue ao município de Honolulu.

Enquanto isso, ela está ocupada a escrever um livro, “Parecer mais jovem, Sentir-se mais forte E um caminho para a  Longevidade”, dando também palestras na Universidade do Havaí. (Nota do editor: Enquanto ensinava no Havaí, eu olhei os catálogos de cartões da biblioteca da Universidade do Havaí e da biblioteca do estado do Havai, mas não conseguiu encontrar este livro. Aparentemente, ele nunca foi publicado, no entanto, pode ser possível que o manuscrito exista em algum lugar.)

Nesta primavera ela vai dar palestras e aulas no continente, e neste verão ela tinha sido convidada para a Indonésia para participar de um festival de cinco dias na arte da cura, patrocinado pelo governo indonésio.

 


 

associacao_portuguesa_reiki_redondo_120 Descobre os conteúdos exclusivos para os associados no nosso site www.associacaoportuguesadereiki.com

 

(Visited 913 times, 1 visits today)