Dia 8 de Maio, a Associação Portuguesa de Reiki, através do seu coordenador Reinaldo Fino, promoveu uma palestra no Funchal, intitulada – Reiki, em Portugal e no mundo. Uma partilha muito saudável entre vários praticantes com as perspectivas das acções em Portugal mas também em outros países da Europa, América Latina e América do Norte.

1911844_823599217668029_712626122884768279_n

Nesta partilha, foi levantado o tema – “Como é visto o Reiki na Madeira?

Segundo a perspectiva dos participantes, ainda existe muito preconceito sobre a prática de Reiki, pouca informação concreta, receio de admitir que se é praticante e alguns precalços entre praticantes.

Esta realidade não é exclusiva da ilha, também em muitas localidades de Portugal Continental se sentem estes pontos de uma forma mais ou menos evidente. Apesar do muito esforço realizado pela Associação, os seus coordenadores e associados, existem ainda algumas questões que merecem um olhar mais atento e profundo, além de soluções criativas e dentro dos princípios da nossa prática.

Propostas para o desenvolvimento do Reiki na Madeira

Coloquei no título do artigo Reiki na Madeira – desenvolver com Amor e União, exactamente porque estes dois pilares devem estar presentes para a construção eficaz de qualquer iniciativa.

O amor é o que nos ajuda a construir sem apego e com capacidade para ajudar a crescer – são os princípios base do Reiki. A união, é necessária pela força que ela cria. União é respeito pela diversidade e temos que nos encarar a todos como praticantes unidos, independentemente de sermos de um determinado sistema, mestre ou associação – o que nos une e realmente importa, é o Reiki e devemos ter alegria em encontrar outro praticante e com ele desenvolver e crescer a prática. Então, se um praticante de Reiki quer ver a reacção de uma população mudar, tem também ele que a promover, mostrando união, amizade, amor.

1017763_823599504334667_8714326655951300117_n

A condição emocional e energética na Madeira

Neste momento, a população da Madeira encontra-se a braços com uma situação económica exigente que leva a grande desmotivação, tristeza e desalento. Sendo um local muito virado para o exterior, para o turismo, essa forma de estar poderá mesmo influenciar o próprio turismo. Porque podemos ver um sorriso mas sentir algo pesado – a energia que cada um transmite, tem a sua influência. Assim, podemos também pensar em desenvolver o Reiki como uma perspectiva de saúde, melhoria da qualidade de vida e autocapacitação da pessoa. Porque não criarem-se iniciativas com juntas de freguesia e mesmo unidades hoteleiras para o cuidado dos seus profissionais? Ajudando-os desta forma a relaxar, elevar a sua energia e sentirem também apoio e cuidado.

Se existem reticências no meio de comunidades católicas, porque não mostrar o espírito solidário que também promovemos, através de iniciativas sociais? Iniciativas como recolha de alimentos, iniciativas pontuais com seniores nos centros de dia.

Naturalmente que este tipo de iniciativas devem ser feitas em grupo e tendo por base a prática de Reiki. Não adianta querer fazer um projecto se não se sentirem confortáveis com a experiência que têm. Se um praticante inexperiente se colocar numa situação pública, o resultado poderá não ser o melhor para ele, para o seu utente ou cliente, nem para o Reiki no geral. Não tenham receio de guardar tempo para adquirir experiência, assim como não tenham receio de ir em frente com iniciativas.

Se existe dúvida, deve-se esclarecer

Uma tónica bastante acentuada foi a falta de informação. E essa pode surgir de três formas:

  1. Pouca divulgação
  2. Falta de atenção sobre o tema
  3. Inconsistência entre praticantes

Se há pouca divulgação, podem-se criar mais momentos de partilha públicos – através de iniciativas sociais, palestras em escolas e iniciativas locais, caminhadas e até a celebração do Dia Internacional do Reiki, como foi feito no ano passado. Levar o que é Reiki, nunca é demais, se possível sempre com demonstração prática.

O tema pode também ser alvo do desinteresse público mas talvez por não perceberem bem quais os benefícios do Reiki, daí a necessidade de o demonstrar claramente e como pode ser útil para o equilíbrio da pessoa, principalmente desvinculando de práticas que nada têm a ver com Reiki mas que são de outros foros e saberes. Reiki é simples, é deixar fluir energia pelas mãos.

Os próprios praticantes, precisam também de se unir mais e escutarem-se uns aos outros, com bondade. Não precisam de pensar todos da mesma forma mas, a maneira como o Reiki é transmitido (que é sempre muito interior e pessoal, o que é bom) nem sempre ajuda a população no geral, a ter uma ideia consistente sobre a prática. Se misturarmos muito o Reiki com outros conceitos, é difícil. Compreendam que uma coisa é falarmos entre pessoas que também praticam e outra com quem não sabe e até tem algumas reticências sobre. Uma das grandes lições de vida sobre o Reiki é que precisamos falar pouco e demonstrar mais. Por isso, nos vossos esclarecimentos, sejam sucintos mas muito práticos.

Reiki na Madeira – O projecto de desafio

Nesta palestra, lançamos também um desafio – que projecto gostavam de ver aqui desenvolvido na Madeira. A ideia maioritária foi para os jovens. Sendo este ano o 2014, ano da juventude positiva, segundo o nosso objectivo anual para o desenvolvimento do Reiki, ficamos em sintonia. Uma das participantes, deu-nos a conhecer o seu projecto escolar, onde insere Reiki como atividade e foi pedida atenção ao desenvolvimento de um projecto em instituições de acolhimento de Jovens, à imagem de algumas iniciativas que já desenvolvemos.

Se ainda este ano, através do núcleo, desenvolverem um projeto nesta medida, terão um apoio muito especial da Associação Portuguesa de Reiki. Fica lançado o desafio e que a Madeira cresça muito com Reiki. Pessoas felizes, corações plenos.

O meu profundo agradecimento ao Reinaldo Fino, coordenador do Funchal, pelo seu trabalho e carinho. A todos os participantes, todos com verdadeiro espírito reikiano e aos madeirenses pela sua bondade e acolhimento afável.

10268548_823599364334681_4976666427137982708_n

 

 


 

associacao_portuguesa_reiki_redondo_120 Descobre os conteúdos exclusivos para os associados no nosso site www.associacaoportuguesadereiki.com

 

(Visited 596 times, 1 visits today)