Desde 1950 que a 7 de Abril se comemora o Dia Mundial da Saúde, que é um dia de tomada de consciência da saúde, um alerta às grandes epidemias e doenças ainda não curadas. Hoje em dia não podemos encarar a doença apenas como ausência de saúde, sendo essa meramente física. Encontramos hoje as novas dimensões do homem – o campo mental, emocional e mesmo espiritual e energético. São novos conceitos nem sempre fáceis de aceitar, muitas vezes à luz de evidência, numa área que as requer. Muitas têm sido as investigações credíveis sobre Reiki e os seus efeitos, assim como sobre as dimensões do Homem. Tudo para que melhor possamos compreender quem somos, como funcionamos e como, em caso de doença, possamos voltar a alcançar o equilíbrio.

O presidente da Usui Reiki Ryoho Gakkai, Houichi Wanami, indicava nos anos 70 que «a terapia Reiki funciona ao nível subconsciente, ajuda fortemente a melhorar a capacidade autocurativa que existe no teu corpo e tenta curar a doença ou prevenir de ficares doente». Logo por aqui vemos como é importante compreender uma outra realidade sobre a pessoa – a capacidade autocurativa, o subconsciência, a psicossomática, a energia.

Hoje, além de olharmos para as epidemias que surgem pelas condições que nós mesmos criamos em laboratórios, ou pelas condições sociais, a área da saúde precisa de se voltar para a saúde mental. Cada vez mais pessoas sofrem de ansiedade, depressão, tristeza, exaustão e não podem apenas encontrar soluções em químicos que, se por um lado ajudam, por outro lado trazem sofrimento e mais doença. Assim como a área da saúde deve unir-se e trabalhar em conjunto para a solução do Cancro. Não denegrir soluções complementares e apenas as recomendar quando nada mais há a fazer mas sim logo de início olhar para a pessoa, como uma pessoa e como um todo.

Gostava de ver a próxima celebração do Dia Mundial da Saúde sem crises nos hospitais, com maior união, consideração e aplicabilidade das medicinas tradicionais e terapias complementares. O caminho está ainda longe e da nossa parte, praticantes de Reiki, cabe fazer cada vez mais e melhor para o alcançarmos. A saúde merece ser respeitada, o nosso trabalho deve ser consciente. «Só por hoje, sou grato», pelos desafios e pela oportunidade de praticar Reiki. Que ele possa chegar a cada vez mais pessoas, para o seu equilíbrio e felicidade.

 


 

associacao_portuguesa_reiki_redondo_120 Descobre os conteúdos exclusivos para os associados no nosso site www.associacaoportuguesadereiki.com

 

(Visited 279 times, 1 visits today)