Este artigo é o resultado de um trabalho terapêutico que o nosso associado, terapeuta e Mestre de Reiki, João Antão Marques realizou com quatro pacientes da ANDAR, na aplicação de Reiki a pacientes com Artrite Reumatóide.

No início do ano, o meu caminho cruzou-se com o da Dr.ª Arsisete Saraiva presidente da Associação Nacional de Doentes com Artrite Reumatóide (A.N.D.A.R.) e na sequência, surgiu a ideia de fazer um estudo visando estudar a influência da Reiki no tratamento da doença.
Após apresentação do Reiki, e explicação do que pretendia fazer e dos resultados que esperava, foram-me indicados quatro pacientes, 3 mulheres e um homem que foram divididos em dois grupos, num apenas era feito um tratamento Reiki e no outro, eram também utilizados vários tipos de cristais.
A oportunidade de realizar o estudo e o seu potencial interesse foram debatidos com a APRMK – Associação Portuguesa de Reiki Monte Kurama.
A escolha dos pacientes para cada grupo foi feita no seguimento da anamnese efectuada, tendo sido seleccionados para o grupo a ser tratado também com cristais aqueles que se nos afiguraram como mais “pesados”.
Os pacientes a tratar com Reiki e cristais apresentavam as seguintes patologias:
Paciente 1 – Sexo feminino. Artrite Reumatóide há mais de 18 anos e Fibromialgia. Excesso de peso e Tensão Arterial que, embora controlada com medicação, apresentava com frequência valores elevados. Cinco operações com anestesia geral, três operações com epidural e várias excisões de sinais com anestesia local. Longa lista de fármacos. Alguns problemas do foro pessoal e profissional.
Paciente 2 – Sexo feminino. Artrite Reumatóide há mais de 15 anos com actividade acentuada nos pulsos com particular incidência no pulso esquerdo. Lista de fármacos razoável, sendo de salientar um medicamento, com elevada toxicidade, também usado em tratamentos oncológicos.
Os pacientes tratados apenas com Reiki apresentavam as seguintes patologias:
Paciente 3 – Sexo feminino. Artrite Reumatóide há mais de 18 anos, com operações aos nós dos dedos (próteses) e pés. Artrite activa, situação pessoal muito stressante.
Paciente 4 – Sexo masculino. Artrite reumatóide há mais de 20 anos. Prótese do joelho direito. Lista de medicamentos média e artrite, de momento, em fase de acalmia. Procurou-se, com todos os pacientes, fazer uma série de quatro tratamentos tão próximos quanto possível, o que nem sempre se conseguiu, seguindo-se um tratamento semanal.

A avaliação dos avanços é feita todas as semanas sendo utilizados também questionários formatados com base nos questionários tipo da APRMK.
Após uns oito tratamentos, começaram a fazer-se sentir os efeitos do Reiki. Melhorou a disposição e força anímica, reduziu-se, em três casos o stress, houve redução da dor nas articulações e registou-se o primeiro abandono de analgésicos (Paciente 1). Em suma, três dos quatro pacientes registaram uma melhoria da sua qualidade de vida, sendo a excepção o paciente 3.
Com excepção do Paciente 3 que ainda não conseguiu reduzir os factores de stress, os restantes apresentam quadros promissores.
Paciente 1 – Foi o primeiro a abandonar os analgésicos. Aguarda consulta médica para reduzir ou parar com os anti-inflamatórios. A T.A. normalizou, a fibromialgia parece ter passado e as dores nos joelhos passaram. Concomitantemente a disposição melhorou.
Paciente 2 – Foi o segundo a parar com os analgésicos. Como a artrite está activa nos pulsos está a tomar o Metrotexato o que lhe causa forte indisposição, razão pela qual, também o medicamento, é tratado com Reiki e a toma do mesmo é feita, sempre que possível antes ou no dia do tratamento. Com este esquema, os efeitos do medicamento atenuaram como era previsível.
Paciente 3 – Continua a não sentir efeitos significativos na melhoria da sua qualidade de vida se bem que se verifique um muito lento reequilibrar dos chakras e do estado energético geral.
Paciente 4 – Com o auxílio da medicação encontrava-se numa fase estável mas, presentemente, já eliminou o analgésico e reduziu para metade a dose diária de cortisona. No seguimento de consulta médica recebeu luz verde para reduzir progressivamente a cortisona e um outro medicamento se as condições clínicas actuais se mantiverem. Em suma, poderemos dizer que os tratamentos Reiki tiveram os seguintes efeitos:
– Sensível melhoria da qualidade de vida em três dos pacientes;
– Redução da dor;
– Diminuição dos níveis de medicação em três casos;
Dado que a Artrite Reumatóide é uma doença auto-imune, os portadores desta doença tomam imunossupressores. Tendo em conta que o Reiki tem a particularidade de reforçar o sistema
imunitário (e no caso dos Pacientes 1 e 2, esse reforço é acentuado), haverá que verificar, daqui por uns meses, qual o efeito do Reiki, melhor, como reage a doença ao ser suspenso o imunossupressor, há agravamento, ou não, dos sintomas? que alterações houve ou foram percebidas? É um efeito duradouro?
Claro que este será um aspecto a ser feito em consonância com um médico pois não cabe ao reikiano propor a substituição e ou alteração de algo que tenha sido prescrito por um clínico. Ainda é cedo para se tirarem grandes conclusões pois ainda pouco tempo se passou desde o início dos tratamentos, no entanto, como acima referi os resultados são animadores.
Este processo de análise vai continuar ainda por muitos meses até porque é normal que os doentes sintam melhorias temporárias e há que procurar avaliar se as melhorias são as que seriam espectáveis em condições “normais” ou se são, na realidade, devidas ao Reiki.
Será um processo, como disse, longo, mas que pode vir a um marco para a utilização do Reiki em inúmeras outras doenças podendo eventualmente contribuir para a sua credibilização junto da classe médica.
Resta-me agradecer a abertura da Presidente da A.N.D.A.R., a paciência dos pacientes e o incentivo recebido da Direcção da APRMK na pessoa do Valter Jacinto, Coordenador do Voluntariado feito sob a égide da Associação e no âmbito do qual este estudo está a ser feito.

 


 

associacao_portuguesa_reiki_redondo_120 Descobre os conteúdos exclusivos para os associados no nosso site www.associacaoportuguesadereiki.com

 

(Visited 4.878 times, 1 visits today)