Logo após a fundação da Associação Portuguesa de Reiki, em 2008, começamos a ter vários pedidos para que fossem criadas representações da Associação em vários locais, inclusive no Brasil. Em conjunto com os órgãos sociais e outros associados muito participativos, pensamos de que forma tal poderia acontecer. Como podíamos levar o Reiki e a Associação a outros locais, de forma acessível, coerente, promotora do esclarecimento e da partilha?

Logo ao início, a Sílvia Oliveira, hoje coordenadora de Guimarães e a Mariana Lopes, eram nossos órgãos sociais e assim sendo criaram-se os Delegados Regionais para as localidades de Famalicão e Bragança – as primeiras sementes. Foram tempos incríveis onde com tão pouco se conseguia tanto, como as portas se foram abrindo ao Reiki, chamando também outros associados a quererem desenvolver o trabalho de esclarecimento em regiões como o Porto, com a Sónia Gomes; O Algarve com o Vitor Valente; Mogadouro com o Carlos Lourenço.Depois, surgiram muitos mais, incluindo nas ilhas. Começamos a encontrar algumas dificuldades – a regionalização demasiado alargada. Ou seja, um coordenador abrangia uma área muito grande que, muitas vezes, nem nunca chegava a cobrir. E tínhamos associados que queriam participar noutras regiões, sem o conseguir. Então reestruturamos, novamente com os órgãos sociais, associados e delegados. Mudamos o nome para Coordenadores e o âmbito fica circunscrito à sua área. Por exemplo em Vila Nova de Gaia temos dois coordenadores, um com a indicação de V. N. de Gaia e outro com V.N. de Gaia – Arcozelos. Aqui a ideia é que possamos apoiar os associados e praticantes de Reiki, não criar exclusividade.

O que é ser Coordenador

Em primeiro lugar, o Coordenador é um associado, um praticante de Reiki com a vontade de realizar um trabalho de esclarecimento e desenvolvimento do Reiki na sua localidade. Assim como os órgãos sociais, também os Coordenadores precisam ter as quotas em dia pois a base da associação é os seus associados. Com esta simples explicação encontramos o objectivo de um Coordenador da Associação Portuguesa de Reiki:

  • Promover o esclarecimento do Reiki na sua localidade.

O que é um núcleo regional?

O Coordenador tem ao seu cargo um núcleo regional. Este é o espaço físico e virtual onde os associados, os praticantes de Reiki da região e o público em geral pode ter notícias sobre os eventos a decorrer, as actividades da Associação, dos seus associados assim como, se for o caso, o desenvolvimento de projectos de voluntariado.

Não é necessário o Coordenador ter um espaço próprio alugado, poderá fazer um protocolo com outras instituições e usar uma sala para os encontros. Mais importante que o espaço é a coesão, através do Reiki, que se consegue promover. Mesmo tendo apenas uma pessoa para apoiar, será muito, assim se consegue chegar ao que é mais importante – o coração e a felicidade, através da prática.

O voluntariado como expressão de desenvolvimento

Muitos Coordenadores sentem a vontade expressa do Amor Incondicional, pelo desenvolvimento do voluntariado. Levar a terapia Reiki, de forma complementar e integrativa à saúde pública é um passo incrível para a Saúde em Portugal.

Não é um processo fácil conseguir-se a aceitação em instituições. Há regiões que são muito fechadas mas outras que se encontram incrivelmente abertas, com tantos pedidos que são impossíveis de responder. O voluntariado, tal como o nome indica, é uma doação da pessoa e de forma alguma substitui os cuidados médicos ou mesmo o cuidado de um terapeuta profissional. Também isto nos traz a incrível lição dos cinco princípios que sempre nos alerta para a necessidade da calma, que tudo é feito no seu tempo certo, do trabalho honesto e da bondade, que deve ser expressa nas nossas acções. Hoje, temos perto de cinquenta instituições onde trabalhamos voluntariamente e tudo se deve ao esforço dos Coordenadores, do amor incondicional dos seus voluntários e da resiliência da Associação.

 

Algumas perguntas e respostas frequentes

Como me posso tornar coordenador?

É muito simples, primeiro é preciso seres associado com as quotas em dia; Depois basta teres o nível 3 de Reiki, muita vontade, com coração predisposto e muita serenidade. Preenche o formulário de candidatura, entra em contacto connosco para te conhecermos melhor e cria o teu projecto para três a seis meses.

Porque preciso criar um projecto?

O projecto é a linha orientadora do teu trabalho. Muitas vezes temos vontade de algo mas não temos ideias para o fazer. Então, um projecto ajuda-te a por a mente e o coração naquilo que vais fazer, tal como o Mestre Usui o indicava para nosso desenvolvimento pessoal.

Preciso ter um espaço?

Não necessariamente. Podes fazer protocolos com a junta de freguesia, outras associações ou bibliotecas. A Associação começou sem ter um espaço físico.

Posso colocar o núcleo dentro do meu espaço de terapias/escola

Sim, podes. Apenas tem o cuidado de diferenciar muito bem o que é o Núcleo Regional e o que é a Escola/Espaço. O nosso âmbito é apenas o Reiki, não outras terapias. Os coordenadores não dão cursos de Reiki pela Associação e isso pode ser confundido. O Coordenador promove o esclarecimento e o desenvolvimento da prática de voluntariado.

O que posso fazer como coordenador?

Tudo o que o teu coração e mente te ditarem, desde que dentro dos cinco princípios, da missão e visão da Associação. Um Coordenador é um representante da Associação Portuguesa de Reiki. Podes levar ajuda a famílias carenciadas; Promover o voluntariado; Promover o ensino em Universidades Autodidactas; Fazer parcerias para cooperação no cuidado a outros, entre muito e muito mais.

De que forma a Associação, centralmente, me pode ajudar?

Damos-te todo o apoio ao nível de informação, no estabelecimento de contactos e realização de protocolos. Caso necessites de apoio na formação, também o damos. Infelizmente não temos capacidade financeira para o apoio monetário mas, cada projecto regional não deve ter um custo, ele deve ser feito dentro do âmbito do voluntariado.

Como pode um núcleo adquirir dinheiro para apoiar nas suas iniciativas

A filosofia da Associação é que ninguém que seja parte dos Órgãos Sociais ou Coordenadores receba dinheiro da Associação. Esta é uma filosofia que nos permite isenção de oportunismo. Então, para um núcleo, devemos sempre pensar que se há um espaço, há despesa. Essa despesa poderá ser coberta por donativos, no entanto, estes devem ser claramente descriminados para que nunca haja dúvidas sobre para onde eles são dirigidos. A confiança é o segundo princípio de Reiki e o trabalho honestamente o quarto.

É importante para a Associação ter muitos coordenadores?

Para nós, o importante é que o Reiki esteja presente. Quer seja com 10 ou com 100, que sempre seja de mente e coração, com os cinco princípios presentes e sempre, sempre para o Reiki.

Mais informações

Só por hoje, somos gratos pelas pessoas maravilhosas que temos como coordenadores.

 
 
associacao_portuguesa_reiki_redondo_120 Descobre os conteúdos exclusivos para os associados no nosso site www.associacaoportuguesadereiki.com
 
(Visited 537 times, 1 visits today)