Valter Jacinto, que foi parte dos órgãos sociais de 2014-2016 da Associação Portuguesa de Reiki, iniciou um projeto de Reiki Ambulatório, em Lisboa. Poderão contactar o Valter, diretamente, para o email valterjacinto@gmail.com e telemóvel: 962205606.

Como surgiu esta ideia do voluntariado ambulatório?

O apelo generalizado pela abertura dos hospitais à pratica de reiki, levou-nos à procura constante da promoção e realização de protocolos com essas instituições. Facto é que, salvo raras excepções, pouco ou nada se avançou por essa via. Curiosamente verificamos que há noticias, por todo o país, de reikianos que levam o reiki a doentes internados em hospitais ou instituições similares. Eu, próprio, comecei a ser solicitado para essas tarefas. Os pedidos vinham sempre, ou quase sempre, via APR e por solicitação dos familiares dos doentes internados. E, assim, parecia tudo mais fácil, pois desde que previamente acordada a situação de amigo ( e visita ) do doente, a restante prática desenrola-se tranquilamente e com observação acolhedora por parte das instituições e dos seus profissionais de saúde. Verificamos até situações em que nos solicitam ou auscultam sobre a possibilidade de visitarmos mais aquele doente, que mostrou desejo por poder receber reiki.

Parece que o caminho oficial ( aparentemente mais certo) nos é vedado, mas o Universo mostra-nos um outro caminho, não tão visível, mas que podemos e devemos percorrer.

De que forma achas que poderás auxiliar mais pessoas?

Certamente através da divulgação desta prática. Contando para isso com a divulgação por parte da APR e de todos os sócios, com especial relevo para aqueles que estão ligados à área da saúde e todos aqueles que estejam a vivenciar nos seus círculos familiares e de relacionamentos, situações de internamentos hospitalares.

Por outro lado, sinto que as tarefas já encetadas, estão a gerar a procura da terapia e também a adesão de praticantes voluntários a este projecto.

Tens relatos de acções já realizadas?

De acordo com o nosso Código de Ética, vou tentar ser o mais generalista possível e referir que nos casos (5) de doentes comatosos e terminais se verificou a transição logo após a primeira sessão e em dois dos casos após a segunda sessão. Nota-se francamente uma aura de paz e aceitação por parte do doente. Refiro mesmo um caso muito especial de doente terminal e rabugento , diria mesmo anti tudo e todos, sem vontade de receber reiki ou qualquer outra terapia, que após sessão simples (posições tradicionais do Mestre Usui e reforçada no chacra cardíaco), me agarrou as mãos  e as beijou com vontade, até solenidade. Conto esta situação, porque em todos os anos de voluntariado, nunca me tinha sucedido tal, que me deixou bastante perplexo, se bem que grato. Este doente fez a transição nessa noite.

Referirei também as sessões no IPO, pois o interesse está em franco desenvolvimento, somos bem acolhidos por parte dos profissionais e somos solicitados a intervir em doentes de camas vizinhas, que assistindo à prática nos pedem para lhe darmos também REIKI. Temos já situações de doentes que tiveram alta e nos pedem para continuar no domicílio.

Que tipo de cuidados e preparação precisam ter os voluntários?

Para começar toda a preparação que é “exigida” aos outros voluntários terapeutas de reiki. Depois há que referir a disponibilidade horária ( normalmente este voluntariado desenvolve-se no horário de visitas hospitalares). Esta tarefa tem um cariz muito solitário, isto é, fazemos as n/visitas sem acompanhantes ( por regra) .

Para finalizar diria que  o(a) voluntário(a) deve considerar-se e ser um(a) praticante de reiki, fazer autotratamento diário, observar na totalidade o juramento de voluntário e ter uma forte interiorização dos 5 Princípios, com muita incidência no 2º ( CONFIO ).

 

Como poderão contactar-te para iniciar este projecto?

Email:  valterjacinto@gmail.com

Tlm: 962205606

 

Só por hoje ……. Sou Grato

valterjacinto

 


 

associacao_portuguesa_reiki_redondo_120 Descobre os conteúdos exclusivos para os associados no nosso site www.associacaoportuguesadereiki.com

 

(Visited 750 times, 1 visits today)