Muitas pessoas deixam de praticar Reiki. Umas porque não faz sentido para o seu percurso de vida, outras desmotivam-se ou até mesmo se desiludem e não é nada difícil isso acontecer. Recentemente, um amigo meu estrangeiro, um investigador de muita longa data sobre Reiki, decidiu desistir. Não quer ter mais nada a ver com Reiki e a razão é ter-se fartado de tanto abuso, por parte de Mestres de Reiki, que cometeram com ele. Podemos ficar surpresos, principalmente pelas suas questões virem por parte de Mestres de Reiki mas nada supreende se pensarmos que todos somos humanos.

Então, precisamos mesmo compreender a desmotivação e desilusão que surge no Reiki.

Claro que cada pessoa é um universo em si e como tal, tem necessidades muito concretas. Por vezes basta não ter uma resposta no exacto momento que precisa ou até não ter acompanhamento para a sua prática e questões. Por vezes a prática acaba por ser stressante por requerer tempo e dedicação. A desilusão poderá vir de ver que o Reiki afinal não traz uma cura milagrosa nem muda a pessoa de um momento para o outro, ou então das atitudes de quem acharia estar isento delas.

Apoiar a motivação e o esclarecimento no Reiki

A motivação para praticar Reiki tem que vir da nossa própria vontade de crescimento pessoal e autocura. Precisamos encarar o Usui Reiki Ryoho não só como colocar as mãos mas também como uma forma de podermos convidar a felicidade através da transformação da nossa consciência. Então, se praticas Reiki estás a fazê-lo por ti, ou deves fazê-lo por ti. Podes até ter o desejo de querer curar os outros mas, se inicias algo pelos outros e não por ti, poderás encontrar várias decepções pela frente. Pensa realmente nas tuas motivações para praticar Reiki. Podemos pensar que é egoísmo mas, não tem nada a ver com isso, tem sim a ver com a tua capacidade de aceitares que também mereces crescer e ser cuidado.

Podes refletir com os cinco princípios sobre estas questões:

  1. Só por hoje – O que no momento presente, o que neste dia o Reiki me traz?
  2. Sou calmo – Tenho paciência para saber crescer? Sei escutar as minhas interrogações?
  3. Confio – Aceito este caminho que quero percorrer e confio na minha capacidade para o fazer e também em mim mesmo para pedir ajuda quando não o puder?
  4. Sou grato – Compreendo a transformação que o Reiki me traz e a mudança que faz à minha vida?
  5. Trabalho honestamente – Sei o que realmente tenho de questões e aplico-me diligentemente?
  6. Sou bondoso – Aceito desenvolver o amor incondicional e compaixão?

Se parares por não compreender algo, não te preocupes. Isso é um processo natural da nossa mente. Quando não compreende, pára. Então, procura esclarecimento e, acima de tudo, pratica. Não aceites dogmas mas sente o que Reiki faz em ti. Recita os princípios em consciência, pratica a meditação com a mente no presente, sem dúvida que aí compreenderás tudo o que Reiki te traz.

Se és Mestre de Reiki

Em ti recai muita responsabilidade. Ensinar é partilhar vivência. Para isso há que mostrar que somos humanos, que quem pratica Reiki não é para ser melhor que os outros mas que é para crescer interiormente e assim toda a humanidade crescer. Pratica e dá exemplo pela tua prática. Promove tempo e desenvolvimento aos teus alunos. Actualiza-te sempre mas mantém Reiki como ele é, acrescenta conhecimento mas não desvirtues a essência. Apoia os alunos e promove a união entre todos.

Em ti recai a capacidade de esclarecer. Tendo os princípios como base, apoia a construção de um caminho para a felicidade. Apoia também outros Mestres, apoia os terapeutas. Não precisas de pregar Reiki mas sim de o incluir na tua vida. Não é necessário que seja visível em roupas ou eventos mas, as tuas acções tudo dirão. Não vale a pena pregarmos amor incondicional quando nem sempre é fácil alcançá-lo. Mais vale assumirmos a humanidade e juntos construirmos algo de melhor. Reiki é para a melhoria do corpo e da mente, é a união com a força da energia universal.

pratica os principios pratica reiki - 2016

 


 

associacao_portuguesa_reiki_redondo_120 Descobre os conteúdos exclusivos para os associados no nosso site www.associacaoportuguesadereiki.com

 

(Visited 3.380 times, 1 visits today)