Quando o Lupi veio cá para casa tinha 2 meses, pouco passava dos 2 kilos. Mal comia e andava sempre com diarreia e mal queria andar levei-o ao medico e os exames detetaram que ele estava com uma anemia muito grave. Na altura o medico mandou me dar ração misturada com arroz e miúdos e como medicação foi cortisona de manha e a noite mais antibiótico tinha ele 4 meses. Aos nove meses o medico pediu para se fazer uma biopsia para ver o que ele tinha no estômago por andar sempre doente. No segundo dia a seguir a operação ele entrou em choque, fez hemorragia interna, quando cheguei ao hospital ele mal abria os olhos as pessoas olhavam para mim como que já não havia nada a fazer o medico ate chegou a propor me outro cão porque estava a ser um sofrimento muito grande ca em casa e os miúdos andavam a desesperar mas eu não aceitei e disse para se fazer o possível por aquele ele concordou mas não garantiu nada.

No primeiro dia que fui visita-lo ele mal se mexia e os olhos mal abriam. Nesse dia quando cheguei a casa fui lhe fazer reiki a distancia quando cheguei a zona da barriga tive umas sensações muito fortes mas eu não percebi o que se estava a passar porque tinha iniciado o nível 2 a pouco tempo e sessão estava a ser muito forte. No dia seguinte quando chegamos la ele não se encontrava dentro da gaiola dele ficamos logo preocupados foi quando vimos a enfermeira vir com ele da rua porque já tinha comido alguma coisa e roeu os tubos do soro, resumindo tinha recuperado, estávamos todos felizes mas também não comentei nada do que se tinha passado regressou a casa com a mesma medicação porque  ninguém tinha chegado a nenhuma conclusão, a biopsia também não deu em nada.

No mês de outubro de 2016 realizou se o congresso de reiki, comentei com uns colegas meus o que se estava a passar e que se ele continuasse a fazer aquela medicação mais tarde ia ter problemas porque já havia valores nas analises que preocupavam. Foi ai que me apresentaram a Olinda Ângelo, contei-lhe o que se estava a passar e ela ofereceu se logo para ajudar.

Mandou me comprar uns florais para lhe dar e ao mesmo tempo ela ia fazendo lhe reiki a distancia passado 3 semanas tirei lhe a medicação porque a diarreia tinha passado e começou a comer muito melhor, costumo lhe fazer analises de 6 em 6 meses estas ultimas a medica dele ligou para mim porque ela estava espantada com a recuperação dele estavam praticamente normais.

Quando analisei o Lupi senti que o animal estava traumatizado, estava com excesso de medicação, sem necessidade nenhuma, o que ele precisava era libertar-se de tudo aquilo para poder recuperar e voltar a ser um cão normal.

Qualquer animal facilmente entra na energia da cura o Reiki, pois ele se identifica com ela.

Quanto ao Floral que aconselhei uma vez que era urgente começar a recuperar o Lupi, foi o Rescue como SOS, que era mais fácil de encontrar, por que eu trabalho com os Florais de Saint Germain e nesta situação o Emergencial é também um Floral SOS que pode ser dado imediatamente ao animal e juntamente com a Energia Reiki temos uma cura rápida e sem contra indicações.

Fico grata pelo Júlio me ter procurado e mais uma vez conseguirmos libertar o Lupi. O Núcleo de Reiki de Almada, neste momento já tem espaço próprio para aceitar Animais para receberem Reiki direto que fica na PRACETA CAETANO MARIA BATALHA Nº 1 A EM ALMADA.

Começamos este trabalho no dia 01 de Julho das 10h e 30m, às 11h e 30m. Este voluntariado é feito 2 vezes no mês, de 15 em 15 dias. Obrigada Júlio por me proporcionar partilhar minha presença neste trabalho, pois são muitos anos de estudos com Animais no Reiki e sucessos em Instituições veterinárias e Escolas de Obediência .

Olinda Ângelo

 


 

associacao_portuguesa_reiki_redondo_120 Descobre os conteúdos exclusivos para os associados no nosso site www.associacaoportuguesadereiki.com

 

(Visited 381 times, 1 visits today)