Bom dia João,

Como sabes este foi  o meu primeiro congresso , e não queria deixar passar a oportunidade de agradecer a ti como Presidente, e a todos que colaboram para que este congresso se torna-se possível, e se realizasse.

Foi um evento importante, do ponto de vista, informativo, e como de partilha.

Pudemos constatar que  estavam presentes  elementos de vários  pontos do país, alguns com algum esforço.

Agradeço a todos os participantes do congresso , que partilharam connosco a boas experiências que tem tido, e acima de tudo, nos abrem portas à nossa motivação para os seguir e espalhar por este país a fora a projetos como os deles tão úteis , e de cariz humanitária.

temos que começar a dar mais as mãos , deixar de viver nas nossas ilhas, e ajudar os que precisam, e que querem a nossa ajuda, sei que não será fácil, mas tudo se consegue, com um sorriso nos lábios e com a colaboração de todos, exemplo disso foi este congresso.

Sei que a nossa sociedade é muito materialista, preconceituosa, mas está na altura de olharmos para nós, cuidarmos de nós… para depois em unidades ajudarmos aqueles que precisam.. muitas vezes, não é materialmente, e é isso que eu tenho encontrado… muitas pessoas com necessidades de equilíbrio emocional, harmonia e paz interior , apesar de não terem falta de bens materiais..

Este sábado vi , pessoas, lindas, com um coração grande, bom, predisposto a ajudar o próximo, com compaixão, e ricas, pois eram pagas com o sorrisos de crianças, o bem estar, um aperto de mão…

Está na altura de nós todos , deixarmos de olharmos em frente, e passarmos a olhar, somente 1 hora, para o lado, para o nosso vizinho, para aquele que precisam de nós..Talvez eu queira viver uma utopia… mas vale a pena tentar… julgo que não estou sozinho.

Contudo, na minha perspetiva, a pessoa, para ajudar o próximo, primeiro tem que estar bem consigo própria, tem que se encontrar, saber o que quer, o que procura, e para onde quer ir, ter uma grande satisfação com ela própria.. como foi demonstrado pelos os trabalhos apresentados, acredito, que todos tenham os seus problemas pessoais, do seu dia a dia, contudo, conseguem ultrapassar, e na globalidade vivem no estado de satisfação.

A vida nada é mais do que um rio, onde nós navegamos,com intensidade, por vezes, ele é calmo, outras, é agitado, nele encontramos náufragos, e temos 2 opções, ou viramos a cara ou salvamos , vivemos tempos bons , tempos menos bons, mas tudo se ultrapassa, tudo a seu tempo..

Um dia esse rio vai dar a uma foz, e a força que trazia vai diminuindo, até que entra num mar calmo, e ai tudo acaba, entramos noutra dimensão.

o que ficou para trás…. ? nada.. as opções de vida.. que não pudemos mudar.

Bem meu bom amigo, fica aqui o meu agradecimento a ti e a toda a equipa que promoveu e participou neste congresso, e tenham confiança , gratidão e emprenho para desenvolver mais eventos como este.

Fica desde já a minha gratidão convosco, abraços,

Rui Frade

 


 

associacao_portuguesa_reiki_redondo_120 Descobre os conteúdos exclusivos para os associados no nosso site www.associacaoportuguesadereiki.com

 

(Visited 350 times, 1 visits today)