Bertila Ribeiro é a coordenadora do Núcleo de Elvas, o nosso núcleo mais perto da fronteira com Espanha, no Alentejo e como tal sofre do isolamento e até mais cooperação de praticantes de Reiki nas localidades próximas. A Bertila é muito conhecida pelo seu humor e força de levar as coisas em frente. Este é um testemunho seu destes anos de cooperação e desenvolvimento em Elvas. Que todos se possam entreajudar e assim fazer crescer mais Reiki nestas belas terras do Alentejo.

Bertila Ribeiro – Núcleo de Reiki de Elvas

Como tudo começou

Estive presente no 2 congresso de Reiki, em Lisboa. Foi aí que fiz o primeiro contato com o João Magalhães, no sentido de apoio por parte da Associação para a divulgação do Reiki, no Alentejo. Quando abria o site da associação, o meu desejo era ver uma bandeirinha na minha zona (desejo que não foi cumprido, porque mudaram a estrutura do site).

Saí do congresso muito satisfeita com o trabalho que esta associação estava a fazer por todo o país

Antes de ser coordenadora, já fazia eventos para divulgação do Reiki. Em 2012 organizei várias atividades para comemorar o dia Internacional do Reiki e fiquei surpreendida com a adesão das pessoas…a partir daí, ficou o “bichinho” e já não consigo passar o 15 de agosto sem fazer algo que marque esse dia. Também fazia “Chá com Reiki”, no meu espaço, que, apesar de ser muito pequeno, chegámos a estar 17 pessoas.

Em 2014 sofri uma grande desilusão e, quase, quase, quase que “abandonei o barco”…

Mas aqui continuo enquanto me permitirem continuar e que continue a fazer-me sentido…

Qual o teu papel mais importante em Elvas

Ao longo destes 5 anos tenho feito pequenas intervenções essencialmente para a população em geral, a fim de dar a conhecer o Reiki e desmistificar esta Terapia.

Projetos de Voluntariado

Em 2017 fiz alguns tratamentos como voluntária, para a Associação Oncológica do Alentejo delegação de Elvas. Mas a delegada de Elvas faleceu e parece-me que as pessoas que ficaram não tem vontade de trabalhar no projeto. Já as contactei e foi esse feedback que me deram.

Repito mais uma vez: sinto-me sozinha. Teoricamente tenho 15 pessoas que fizeram o curso de voluntários, mas quando envio mensagem para saber da disponibilidade para fazer voluntariado, ficam todos em silencio.

Em Julho também fizemos uma intervenção na Cruz vermelha Portuguesa, no âmbito do “Cuidar de quem cuida”. Correu lindamente. No entanto tive que limitar o voluntariado a 2 dias porque as pessoas que se prestaram para ajudar foram sempre as mesmas e, quando foi o 2º dia já me diziam: se não tiveres mais ninguém, eu vou. Mas ve lá se arranjas outros. Correu tão bem que a diretora solicitou um novo voluntariado para os clientes da Cruz Vermelha, já que tem residência aqui em Elvas. Mas eu sozinha não consigo dar resposta.

Qual o teu lema

”SOZINHOS VAMOS MAIS RÁPIDO, MAS JUNTOS VAMOS MAIS LONGE”

Qual o teu sonho

O meu sonho é que os representantes do Reiki, em Portugal e no mundo sigam, sinceramente, os 5 principios. (eu também não os entendia, até que nos últimos 5 anos tenho tido a felicidade de conviver com alguém que mos tem ensinado e ajudado a aplicar na minha vida.)

Para terminar, e como estamos a falar em egocentrismo, devo dizer que a semana passada soube que era conhecida, em Elvas, como a “rainha do Reiki” (hahahaha).

Facebook do núcleo de Elvas…

 


 

associacao_portuguesa_reiki_redondo_120 Descobre os conteúdos exclusivos para os associados no nosso site www.associacaoportuguesadereiki.com

 

(Visited 187 times, 1 visits today)