Juliana De’ Carli é Mestre de Reiki e com bastantes formações que lhe dão uma abrangência alargada da perspectiva holística, para a saúde e bem-estar da pessoa. Fizemos uma entrevista sobre o seu recente lançamento do livro Ho’oponopono, Mindfulness e Reiki, que partilhamos convosco.

Que experiências de vida te levaram a conjugar estes três temas de desenvolvimento pessoal num só livro?

As três técnicas entraram na minha vida em momentos muito diferentes e distante entre si. Assim, tive um momento de atenção e experiência com cada uma delas, mas sempre mantinha a técnica que já praticava. Fui iniciada no Reiki aos oito anos de idade e a técnica se mantém presente por toda a minha vida. A primeira experiência que tive com o Ho’oponopono foi durante uma prática de Reiki na qual eu me sentia extremamente sem energia e não sentia muito fluxo da energia. Ao repetir o mantra do Ho’oponopono a energia Reiki fluiu fortemente. Portanto quando o Ho’oponopono fez sentido pra mim, quando me conquistou, já chegou junto ao Reiki. E quando comecei a praticar o Mindfulness, procurava e continuo a fazer isso, convidar minha atenção para cada momento do meu dia, independente do que estivesse a fazer. E portanto o Mindfulness se uniu as outras técnicas que eu já pratico diariamente. Assim pude perceber o empoderamento que uma técnica dava a outra e escrevi o livro pra compartilhar com as pessoas.

De que forma tens observado a forma como o universo manifesta a energia que emitimos?

Todo pensamento, emoção, palavra ou ação apresentam consequências. Tens liberdade para emanar o que quiser, mas colherá suas consequências positivas ou negativas. Nada acontece de repente, tudo tem uma semente. E por isso percebo a conexão do meu interior e exterior constantemente. Existem respostas do que emitimos a curto, médio e longo prazo na nossa vida. Então percebo desde como um pensamento pode tocar alguém próximo ou até a distância, como também percebo a resposta do Universo na minha vida no geral. Uma dica é procurar ser honesto consigo próprio, se transformar aos poucos e compartilhar com as pessoas.

Quais deviam ser as virtudes a serem desenvolvidas pelas pessoas, para uma vida mais harmoniosa?

Todas as pessoas apresentam algumas virtudes, e o primeiro passo é estar consciente do que tenho como virtude e o que devo desenvolver. Portanto a resposta pode ser uma para uma pessoa e outra para outra pessoa. Isso é conquistado a partir de um trabalho de autoconhecimento, no qual utilizo ferramentas como mapas. E também manter uma postura de vigília sobre si mesmo, sobre o próprio ego diariamente, o ideal a cada momento. O que identificar não ser positivo, buscar se trabalhar. Ao fazer este trabalho perceberá quais são as vibrações que emana, fique atento e poderá perceber reflexos na sua vida. Fica mais fácil de nós responsabilizarmos por cada pensamento por exemplo. Assim honestidade em primeiro lugar consigo mesmo, humildade, paz interior, perseverança, paciência, responsabilidade são virtudes que fazem parte deste processo. Mas com certeza existem mais.

Uma das grandes questões é como ter tempo para colocar em prática as ideias. Que sugestões dás?

Sugiro procurar ter uma rotina e também perceber e respeitar a necessidade de cada momento, aplicando a técnica mais indicada para cada situação.

Como tem estado a ser a tua vivência cá em Portugal e que diferenças sentes do Brasil?

A vivência tem sido positiva. Fiz grandes amigas aqui, posso dizer que o português pra mim foi acolhedor, assim como dizem dos brasileiros. Na verdade o estilo meu e da minha família no Brasil e em Portugal são bem semelhantes, tanto pessoal, quanto profissional. As diferenças mais notórias são a questão da segurança e  o tamanho dos países.

Qual o teu sonho para um mundo mais harmonioso e verdadeiro?

O sonho em si é viver este mundo harmonioso e verdadeiro. É para isso que trabalho, para que as pessoas tenham mais consciência de si e do outro, haver mais respeito, menos competição. E ter consciência de si engloba muita coisa, engloba desenvolver todo potencial que um ser humano pode ter de maneira alinhada com sua Alma e equilibrada com o Todo. Existe abundância para todos. E como já dizia nosso querido Gandhi: “Se quero mudar o mundo, tenho que começar por mim. Pratique diariamente o silêncio e a paz. A única revolução possível é dentro de nós.”

 
 
associacao_portuguesa_reiki_redondo_120 Descobre os conteúdos exclusivos para os associados no nosso site www.associacaoportuguesadereiki.com
 
(Visited 700 times, 1 visits today)