O Reiki é uma terapia complementar que é aplicada através das mãos, que podem ou não encostar no corpo do recetor e que visa o equilíbrio, através de um relaxamento profundo do recetor a todos os níveis- físico, mental e emocional; não substitui tratamentos médicos nem veterinários, mas pode ser aplicado em simultâneo; as sessões são realizadas respeitando o Código de Ética para Praticantes de Reiki em Animais, que é um documento publicado pela Associação Portuguesa de Reiki.

Fátima Velho,
Terapeuta – Voluntária de Reiki em Animais
em vários abrigos e formadora no CENIF

A aplicação de Reiki em Animais, é uma experiência encantadora, pois o animal vai virando para as mãos do Terapeuta/Voluntário a parte do corpo onde sente desconforto, muitas vezes fazendo autênticas acrobacias nesse processo. Também é o animal que decide a duração da Sessão.

Um terapeuta de Reiki em Animais, deve colocar-se num patamar de igualdade com os animais. Por essa razão, tem de se adaptar às condições existentes para fazer a sessão, pois, em muitos casos, não há um local isolado onde a possa fazer (Abrigos, Canis/Gatis Municipais). Também não há marquesa, pelo que a posição mais frequente é dar Reiki de joelhos ou sentado no chão.

Em animais de porte maior como cavalos, vacas e outros, o terapeuta pode ficar de pé e em animais agressivos ou (ditos) selvagens, a Sessão de Reiki é feita fora da box, para evitar acidentes. 

Em animais de outros ambientes, como peixes ou aves, o envio de Reiki é realizado a uma certa distância.

A beleza do Reiki em Animais traduz-se no facto de que as Sessões raramente são iguais. Assim, alguém que pretenda aplicar Reiki a Animais tem de ter grande capacidade de adaptação e criatividade, e, acima de tudo, humildade e respeito. É maravilhoso presenciar, quando existem vários animais no mesmo local e, estando a ser aplicado Reiki apenas a um, todos os outros à sua volta se deitam e a sua respiração torna-se mais pesada, evidenciando sinais de tranquilidade. Estes episódios são muito frequentes em Abrigos e Canis/Gatis Municipais, onde existem vários animais acolhidos no mesmo espaço. 

Quanto aos benefícios do Reiki em Animais:

  • Tranquiliza o Animal;
  • Ajuda a Aliviar Traumas e Depressões;
  • Acelera a cicatrização de feridas e cirurgias;
  • Ajuda a Restaurar a confiança do Animal nele próprio e nos humanos;
  • Reduz os efeitos secundários de tratamentos agressivos como a Quimioterapia;
  • Ajuda na transição, em casos terminais, serenando o Animal.

Onde é possível ajudar os Animais dando-lhes Reiki:

  • Nos Canis/Gatis Municipais, que têm normalmente apoio de entidades oficiais, mas onde existe um enorme número de animais;
  • Nas Associações Animais/Abrigos, que são normalmente de origem privada e que vivem de donativos e de trabalho voluntário;
  • Nas Famílias de Acolhimento Temporário (FAT’s), que recebem nas suas próprias casas animais que devido a várias situações não foram entregues a Canis/Gatis Municipais ou a Associações/Abrigos. 

O Reiki em Animais pode ser aplicado, com muito sucesso em todos estes locais, especialmente para lhes dar algum alívio, após as situações que os levaram até lá. Uma vez acolhidos, pode ser benéfico para os tranquilizar do medo que sentem quando se encontram naquela nova situação. Em Canis Municipais ou Associações, é especialmente intimidante para um animal recém-chegado adaptar-se à nova realidade, nomeadamente devido à quantidade de animais de características diferentes, que vivem nestes locais e com os quais vai ter de aprender a (con)viver. Acresce ainda que muitos deles tiveram passados menos felizes, que os fizeram desenvolver traumas, medos e até depressões. A aplicação regular de Reiki a estes Animais, pode ajudar a atenuá-los e dar-lhes confiança para se relacionarem com os outros animais e com os humanos, o que será certamente um fator de grande importância para a sua eventual adoção.

  • Em Hospitais e Clínicas Veterinárias, tanto na sala de espera como dentro do consultório, para acalmar os animais que vão ser observados, pois normalmente eles não gostam de ir ao Veterinário, libertando o próprio veterinário para as consultas e exames, não o sobrecarregando com outras tarefas que podem ser desempenhadas por outras pessoas.
  • Em grupos de Resgate ou Captura; aqui o processo terá certamente de ser repetido até que o animal ganhe alguma confiança.
  • Animais com Família; os animais de companhia absorvem muitas emoções dentro da sua própria família e o Reiki pode ajudar a harmonizá-los.

Em suma, a aplicação desta terapia é portanto muito vasta, podendo ser utilizada em praticamente todos os locais onde existam animais, cuja recetividade é normalmente muito positiva.

Fonte: Postal.pt

 


 

associacao_portuguesa_reiki_redondo_120 Descobre os conteúdos exclusivos para os associados no nosso site www.associacaoportuguesadereiki.com

 

(Visited 139 times, 1 visits today)