Por Melanie Swan Foram apenas dois curtos anos atrás, que Dana Al Jama, uma residente dos Emirados, de 38 anos de idade, sofreu graves ataques de pânico e foi tão claustrofóbico que ela não aguentava mais viajar num carro para o seu trabalho em Abu Dhabi. Num estado de desespero, ela virou-se para o seu médico para obter ajuda e foi receitada alguma medicação. Ela sabia, no entanto, que as pílulas eram “apenas enterrar, não resolver o problema”. E é…