A prática do voluntariado vem, provavelmente, dos primórdios da humanidade. O ser humano teve sempre o chamamento de solidariedade e ajuda ao vizinho, próximo e mais necessitado.
Ajudar, apoiar, dar amor….. são efectivamente as grandes referências que todos colocam, quando questionados sobre as motivações para a prática de voluntariado.
A A.P.R. entrega aos candidatos a voluntário, o Juramento de voluntário terapeuta de reiki, porque sendo também sensível às motivações anteriormente expressas, pretende sensibilizar e motivar o candidato para a prática do autotramento, como forma de alcançar o superior bem estar e o equilíbrio energético do candidato, praticante de reiki.
Nos cursos de formação preparatória para o voluntariado reiki começamos por distribuir e explicar o Juramento do voluntário terapeuta de reiki, promovendo assim a auto cura, o auto conhecimento, a auto estima, ou seja o amor a si mesmo : “se eu não me amar a mim, dificilmente estarei disponível e capaz para amar e dar amor aos outros”.
voluntariado evora TG1
Vemos e utilizamos muito aquela frase: O caminho faz-se caminhando ……. (grande verdade)… no entanto é muito mais importante que nos transformemos no próprio CAMINHO.
Pratiquemos, pratiquemos, pratiquemos……muito reiki, não nos esquecendo de NÓS e dos ensinamentos que Mestre Mikao Usui nos legou:
….de manhã e à noite, coloca as mãos em Gassho e recita os cinco princípios…..
….pratica o autotramento….
….convida a felicidade….
“Com humildade e sabedoria percorremos um caminho do tamanho do mundo”
Só por hoje… sou Grato
Valter Jacinto
IMG_0627