Ser Coordenador da Associação Portuguesa de Reiki – 100 anos de Usui Reiki Ryoho
Ser Coordenador da Associação Portuguesa de Reiki – 100 anos de Usui Reiki Ryoho

Ser Coordenador da Associação Portuguesa de Reiki – 100 anos de Usui Reiki Ryoho

Desde 2009 que a Associação Portuguesa de Reiki começou com o conceito de apoiar os praticantes de Reiki de cada região, através da criação da figura de Coordenador da Associação Portuguesa de Reiki.

Um Coordenador é um associado, com as quotas em dia que, reconhecendo a missão, visão e valores da Associação Portuguesa de Reiki, pretende auxiliar os associados e praticantes da sua região, assim como a população local.

Assim, um associado que se queira candidatar a coordenador, ou se já o é, deve:

  • Ter sempre em mente os estatutos da Associação;
  • Compreender a sua Missão, Visão, Valores e Objetivos;
  • Ler as decisões dos associados nas Atas de Assembleia Geral;
  • Ter um espírito voluntário;
  • Querer trabalhar em conjunto com os restantes coordenadores e órgãos sociais;
  • Aceitar acompanhamento e ajuda;
  • Ter a capacidade de acolher todos os que o procurem como representante da Associação;
  • Reconhecer que representa a Associação e os seus associados.

A partir daqui:

  • Criar o seu projeto para a região;
  • O que pretende fazer? Como? Porque? Quando? Com quem?
  • Vê exemplos de outros coordenadores, aconselha-te com algum ou com um membro dos órgãos sociais;
  • Ter noção que tudo é feito de forma voluntária e que não deve contrair custos para si, quer sejam monetários ou mesmo de esforço no seu tempo;
  • A Associação acredita sempre que primeiro vem a vida pessoal do seu coordenador e que tudo tem o seu tempo. Para em tempo de necessidade não é um obstáculo, é saber cumprir os princípios.

Para cumprir o seu trabalho proposto, o Coordenador pode:

  • Ter um co-coordenador(es) que apoia no seu trabalho;
  • Ter voluntários que auxiliem nas várias tarefas que crie para o seu núcleo;
  • Pedir auxílio aos órgãos sociais e restantes coordenadores.

Coordenadores da Associação Portuguesa de Reiki

Foco para o ano de 2022 dos Coordenadores

Para 2022 temos como tema central “100 anos de Usui Reiki Ryoho – A União do Eu através da Harmonia e Equilíbrio”. Ao longo deste ano iremos realizar várias iniciativas que são decididas nas reuniões de coordenadores, bimestralmente.

Encorajamos também os nossos Coordenadores a publicarem os testemunhos dos seus voluntários sobre os projetos que têm realizado e mesmo textos que sintam serem importante, de acordo com os princípios da Associação. Os testemunhos podem ser lidos aqui…

Como estar a par do caminho na Associação Portuguesa de Reiki

A Associação Portuguesa de Reiki desenvolve sempre as suas iniciativas através de aprovação em Assembleia Geral. As convocatórias e resultados de Assembleias Gerais são publicados no Blog do site da Associação.

Apoio aos Coordenadores

Os coordenadores são apoiados pela Ana António – ana.antonio@montekurama.org a quem agradecemos o incrível esforço, presença e apoio.

Para 2022 e 2023, a Ana António e os coordenadores também contam com o apoio de:

  • Andreia Pedro – Região norte;
  • Gisela Marques – Região Centro;
  • Raquel Correia – Região Sul;
  • Fernando Eduardo – Algarve;
  • João Magalhães – Ilhas.

Candidatura para 2022

Podem candidatar-se através da inscrição no seguinte formulário…

Recandidatura para 2022

Podem (re)candidatar-se através da inscrição no seguinte formulário…

O QUE É SER COORDENADOR

Em primeiro lugar, o Coordenador é um associado, um praticante de Reiki com a vontade de realizar um trabalho de esclarecimento e desenvolvimento do Reiki na sua localidade. Assim como os órgãos sociais, também os Coordenadores precisam ter as quotas em dia pois a base da associação é os seus associados. Com esta simples explicação encontramos o objectivo de um Coordenador da Associação Portuguesa de Reiki:

  • Promover o esclarecimento do Reiki na sua localidade.

O que é um núcleo de Reiki?

O Coordenador tem ao seu cargo um núcleo de Reiki. Este é o espaço físico e virtual onde os associados, os praticantes de Reiki da região e o público em geral pode ter notícias sobre os eventos a decorrer, as actividades da Associação, dos seus associados assim como, se for o caso, o desenvolvimento de projectos de voluntariado.

Não é necessário o Coordenador ter um espaço próprio alugado, poderá fazer um protocolo com outras instituições e usar uma sala para os encontros. Mais importante que o espaço é a coesão, através do Reiki, que se consegue promover. Mesmo tendo apenas uma pessoa para apoiar, será muito, assim se consegue chegar ao que é mais importante – o coração e a felicidade, através da prática.

O voluntariado como expressão de desenvolvimento

Muitos Coordenadores sentem a vontade expressa do Amor Incondicional, pelo desenvolvimento do voluntariado. Levar a terapia Reiki, de forma complementar e integrativa à saúde pública é um passo incrível para a Saúde em Portugal.

Não é um processo fácil conseguir-se a aceitação em instituições. Há regiões que são muito fechadas mas outras que se encontram incrivelmente abertas, com tantos pedidos que são impossíveis de responder. O voluntariado, tal como o nome indica, é uma doação da pessoa e de forma alguma substitui os cuidados médicos ou mesmo o cuidado de um terapeuta profissional. Também isto nos traz a incrível lição dos cinco princípios que sempre nos alerta para a necessidade da calma, que tudo é feito no seu tempo certo, do trabalho honesto e da bondade, que deve ser expressa nas nossas acções. Hoje, temos perto de cinquenta instituições onde trabalhamos voluntariamente e tudo se deve ao esforço dos Coordenadores, do amor incondicional dos seus voluntários e da resiliência da Associação.

ALGUMAS PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES

Como me posso tornar coordenador?

É muito simples, primeiro é preciso seres associado com as quotas em dia; Depois basta teres o nível 3 de Reiki, muita vontade, com coração predisposto e muita serenidade. Preenche o formulário de candidatura, entra em contacto connosco para te conhecermos melhor e cria o teu projecto para três a seis meses.

Porque preciso criar um projecto?

O projecto é a linha orientadora do teu trabalho. Muitas vezes temos vontade de algo mas não temos ideias para o fazer. Então, um projecto ajuda-te a por a mente e o coração naquilo que vais fazer, tal como o Mestre Usui o indicava para nosso desenvolvimento pessoal.

Preciso ter um espaço?

Não necessariamente. Podes fazer protocolos com a junta de freguesia, outras associações ou bibliotecas. A Associação começou sem ter um espaço físico.

Posso colocar o núcleo dentro do meu espaço de terapias/escola

Sim, podes. Apenas tem o cuidado de diferenciar muito bem o que é o Núcleo Reiki e o que é a Escola/Espaço. O nosso âmbito é apenas o Reiki, não outras terapias. Os coordenadores não dão cursos de Reiki pela Associação e isso pode ser confundido. O Coordenador promove o esclarecimento e o desenvolvimento da prática de voluntariado.

O que posso fazer como coordenador?

Tudo o que o teu coração e mente te ditarem, desde que dentro dos cinco princípios, da missão e visão da Associação. Um Coordenador é um representante da Associação Portuguesa de Reiki. Podes levar ajuda a famílias carenciadas; Promover o voluntariado; Promover o ensino em Universidades Autodidactas; Fazer parcerias para cooperação no cuidado a outros, entre muito e muito mais.

De que forma a Associação, centralmente, me pode ajudar?

Damos-te todo o apoio ao nível de informação, no estabelecimento de contactos e realização de protocolos. Caso necessites de apoio na formação, também o damos. Infelizmente não temos capacidade financeira para o apoio monetário mas, cada projecto regional não deve ter um custo, ele deve ser feito dentro do âmbito do voluntariado.

Como pode um núcleo adquirir dinheiro para apoiar nas suas iniciativas

A filosofia da Associação é que ninguém que seja parte dos Órgãos Sociais ou Coordenadores receba dinheiro da Associação. Esta é uma filosofia que nos permite isenção de oportunismo. Então, para um núcleo, devemos sempre pensar que se há um espaço, há despesa. Essa despesa poderá ser coberta por donativos, no entanto, estes devem ser claramente descriminados para que nunca haja dúvidas sobre para onde eles são dirigidos. A confiança é o segundo princípio de Reiki e o trabalho honestamente o quarto.

É importante para a Associação ter muitos coordenadores?

Para nós, o importante é que o Reiki esteja presente. Quer seja com 10 ou com 100, que sempre seja de mente e coração, com os cinco princípios presentes e sempre, sempre para o Reiki.

MAIS INFORMAÇÕES

Só por hoje, somos gratos pelas pessoas maravilhosas que temos como coordenadores.