Publicado em

Histórias de Reiki em Animais

O Voluntariado de Reiki em Animais tem sido, para mim, um caminho maravilhoso.

Ao longo destes anos, tenho conhecido Animais fantásticos, que se cruzam comigo  neste caminho e cujas histórias me comovem, nomeadamente de animais de companhia que foram abandonados, negligenciados e até maltratados.

É incrível como, apesar de muitas situações negativas que viveram, se rendem completamente às Sessões de Reiki e conseguem recuperar e muitas vezes atenuar e até curar traumas emocionais e físicos.

Ao longo deste Caminho, também tenho conhecido Pessoas espetaculares que dedicam a sua vida a ajudar estes Animais, muitas vezes abdicando de momentos em família, o que não é bem compreendido pelas pessoas que com elas vivem

Devido ao perigo de contágio do Coronavírus/COVID-19, nos últimos três meses, a maioria dos Abrigos de Animais interrompeu o Voluntariado, contudo, os abandonos, negligência e maus-tratos, continuaram durante este período.

A partir do início de Maio, com o fim do Estado de Emergência Nacional e o início do Estado de Calamidade, estes Abrigos começaram a receber novamente Voluntários e eu voltei ao Voluntariado Reiki em Animais, em Abrigos e na minha própria casa, com a introdução de algumas medidas de proteção, nomeadamente o uso de máscara, por uma questão de proteção das pessoas, pois algumas delas pertencem a grupos de risco.

Há muitos anos que vivo histórias lindas através do Voluntariado Reiki em Animais, mas nesta nova fase, pós-Covid e durante o Estado de Calamidade, escolhi 3 delas para partilhar com quem as quiser ler.

  1. MINNIE

A Minnie é uma cadelinha Pinscher, muito nervosa e ansiosa, que foi agredida por uma cadela maior e que em consequência desse acontecimento, ficou com um edema na medula, o que a fazia andar de lado, tendo sido medicada pelo veterinário e recebido sessões de Reiki em simultâneo, que a ajudaram a serenar e a recuperar.

Ao fim de 3 semanas, já andava direita.

 “ Após a Sessão, a Minnie veio a dormir no meu colo… e um dia desta semana brincou com a bola” – Susana

2 – NUTELLA

O Nutella é um gatinho preto e lindo, que voltou ao Abrigo de onde foi adotado, em virtude de uma situação familiar complicada, que se espera se resolva brevemente para que volte para a sua família.

24 horas após ter entrado no Abrigo, encontrei-o muito quieto, assustado e não comia.

Após 15 minutos a receber Reiki, notaram-se diferenças – o olhar dele ficou menos assustado e aconchegou-se debaixo das minhas mãos e bocejou várias vezes.

Passadas algumas horas começou a comer e fez amizade com as outras gatinhas residentes no Abrigo.

O Nutella é um gatinho com problemas neurológicos, mas que tem uma vida normal. Adora Reiki e sempre que lá vou, fica muito relaxado, deita-se de lado e fecha os olhos.

“ O  Nutella gosta de comer da minha mão…ele está a adapatar-se muito bem e tem uma amizade com Carlota, que é muito gentil com o Nutella” – Carolina

3 – CANITA

A Canita é uma cadelinha de 8 anos que teve uma boa vida até a sua dona falecer há 2 anos. Infelizmente, nenhum familiar da senhora a quis e ela e mãe viveram nos últimos 2 anos numa box, sem grande conforto nem carinho.

Ambas vieram para casa de uma rapariga que tem dado novas vidas a muitas centenas de animais e foram operadas a alguns problemas de saúde que traziam.

A Canita passou mal, durante a cirurgia e ficou com um sono e respiração muito agitados.

Foi lindo quando me puxou a minha mão, com a patinha dela para a zona da operação, percebendo que sentia confortável enquanto lhe dava Reiki, tendo permanecido assim muitos minutos.

“ Esteve super bem o resto do dia e passou bem a noite… notei que ressonou menos “- Tânia

Canita – esquerda

E aqui ficam mais 3 histórias da eficácia da aplicação de Reiki em Animais de companhia, que me fazem querer continuar este caminho lindo.

“Aqueles que mais ensinam sobre humanidade nem sempre são humanos.” Donald L. Hicks

Fátima Cunha Velho