Publicado em

21 Dias em Azul Claro – 13º Dia

13º Dia em Azul Claro

Bondade

Num dia de Verão, muito quente, fui dar um passeio pelo parque da cidade, como estava a sentir-me cansada decidi sentar-me, nesse banco estava uma senhora que me despertou alguma curiosidade, como se houvesse ali uma empatia entre nós, algo difícil de explicar.
Tomei a iniciativa de conversar com ela, uma vez que a senti um pouco triste, ao longo da conversa fui me apercebendo que ela se sentia muito sozinha o que me deixou muito preocupada. A senhora contou-me que tinha muitos familiares e que eram até próximos dela,
mas que cada um tinha vidas muito atarefadas e não lhe davam a devida atenção, devido a isso ela não cobrava deles pois sabia que as suas vidas também não eram fáceis.
Ao conhecer a sua história de vida, que era muito forte e marcante senti logo um grande carinho pela senhora e dei-lhe logo um grande abraço. Decidi começar a procura-la para ela se sentir mais especial e dediquei-lhe a minha atenção e o meu tempo. Ia busca-la para passear, fazer compras, piqueniques, e ligava-lhe quase todos os dias ao deitar para saber como ela estava.
Depois com o passar do tempo, até eu se não fala-se com ela já sentia falta daquele momento, pois criamos uma ligação de muito especial.
A partir desse momento, ela soube que não estava sozinha e que tudo o que ela precisa-se eu estava lá para a ajudar tal como ela a mim.
Desde que a conheci que senti que ela era uma pessoa muito bondosa e isso despertou o melhor de mim, porque na realidade o que eu acho mesmo é que não são os opostos que se atraem mas sim os semelhantes. Para mim esta história é um exemplo de bondade.

Autor : Anabela Jesus ( Aluna Shinpiden)

Nuno Miguel Moreira Nunes

Coordenador Nucleo  Reiki Penafiel 

Associado APR-000652-PT

Claudia Magalhães Duarte

Co-Coordenadora Nucleo Reiki Penafiel

Associada APR-003345-PT