1º Dia em Azul Claro

Criança

DIREITO AO AMOR

A Declaração dos Direitos da Criança foi proclamada pela Organização das Nações Unidas em 1959 e é constituída por 10 Princípios que devem ser respeitados por todos para que as crianças possam viver dignamente com muito amor e carinho.
Todos são importantes e fundamentais mas hoje quero destacar o 6º princípio: o direito ao amor e á compreensão.
O Amor é um sentimento que deve ser garantido a todas as crianças do mundo! Só assim elas poderão viver o presente em harmonia e serão capazes de orientar o amanhã recheado de sonhos, justiça e igualdade.
O Amor não é só um Direito, é um alimento para a vida.
Uma criança amada e apoiada terá forças para lidar com as dificuldades do mundo e crescerá com a capacidade de acreditar em si mesma e nos outros. Valorizará o respeito às diferenças e o bem ao próximo.
Nós, adultos, precisamos de dar constantemente exemplos de carinho e amor aos nossos filhos, ouvi-los e compreende-los. Colocar-nos no lugar deles. É fundamental garantir que cresçam num ambiente saudável, acolhedor e possibilitar-lhes experiências interessantes e instigantes que contribuam para um desenvolvimento das suas aptidões, os seus sentimentos, a sua capacidade para avaliar, a sua personalidade.
Somos todos educadores e a nossa responsabilidade com o mundo é contínua: ao educar bem uma criança, estamos a cuidar dela e do mundo, em simultâneo. Precisamos dar às crianças segurança e amor, só assim elas poderão ser livres para explorar o mundo, descobrir a si mesmas e encontrar o caminho para a felicidade! Sempre respeitando os demais e a liberdade de cada um.

Autor: Sandra Moreira ( Aluna Shoden)

Nuno Miguel Moreira Nunes

Coordenador Nucleo  Reiki Penafiel 

Associado APR-000652-PT

Claudia Magalhães Duarte

Co-Coordenadora Nucleo Reiki Penafiel

Associada APR-003345-PT