Publicado em

Workshops da Amadora Compassiva em Dezembro

Partilhamos convosco estas iniciativas gratuitas da Amadora Compassiva, para o mês de Dezembro. É necessária a inscrição para cada workshop nos respetivos formulários.

Dia 3 de Dezembro, 21 – 22h 30 – A avó esqueceu-se de nós? – Comunicar com a pessoa com demência – Elsa Mourão

Todos nós conhecemos ou temos perto de nós, na nossa família ou na nossa casa, uma pessoa com demência.

Como comunicar quando a avó que já não nos conhece? Como reagir a perguntas sucessivas e repetidas? Como respeitar a pessoa na sua vulnerabilidade e sofrimento? Como apoiar e estimular sem frustrar? O que dizer? E o que não dizer? Como ter uma presença compassiva?

Em conjunto vamos responder a estas e outras questões. Vamos partilhar experiências e estratégias.

 Link para inscrição: https://forms.gle/ALpqmqwjLqSsdX4LA

Dia 8 de dezembro, 17h -18 h 30 – Compaixão nas perdas: o vínculo que nos sustem – Cláudia Farinha e Lídia Rego

Nas comunidades compassivas as pessoas também vivem lutos e perdas.

Como dirigimos a compaixão a nós mesmos? E aos outros? 

Este workshop convida a que percebamos como este vínculo faz tanta diferença quando não sabemos o que dizer ou esperar dos outros.

 Quais os desafios e recompensas no cuidar do outro? O que de verdade importa?

Neste workshop vamos colocar no aqui e no agora as inevitáveis tarefas a que todos somos convidados.

 Link para inscrição: https://forms.gle/KRNx918P9UTJKfUb8

Dia 10 de dezembro, 21h – 22 h 30 – Dar voz à pessoa com doença – com Mariana Abranches Pinto

Tendo por base dois poemas com sugestivos títulos “O que o médico disse” de Raymond Carver e “Quimioterapia” de Julia Darling, iremos refletir em conjunto sobre a vivência da doença, entre a incerteza e a esperança. Nas comunidades compassivas as pessoas com doença, sentem-se parte da comunidade com muito a dar e a receber.

Nota biográfica: Mariana Abranches Pinto é coordenadora do projeto Porto Compassivo, presidente da Compassio – Associação para a construção de comunidades compassivas, e representante nacional do Grupo ao 3º dia, um grupo de pessoas com vivência de doença que caminham juntos no sentido de viver positivamente e integrar a doença nas suas vidas. 

 Link para inscrição: https://forms.gle/P1jmXZn8hjhuzbDN9  (falta apenas adicionar o texto)

Dia 12 de dezembro, 16 -17h 30 – Death Café – promovido por Amadora, Borba e Porto

Vamos ter o nosso Death Café de Dezembro, e desta vez é promovido por Amadora Compassiva, Borba Contigo- Cidade Compassiva e Porto Compassivo.

São momentos únicos de partilha e reflexão. Falar da morte é honrar a vida. Não há orador, nem moderador … será uma conversa fluida, sem guião, sem certo nem errado.

Todos os encontros são diferentes, porque há novas pessoas e nós somos também diferentes a cada dia.

Continuamos a lançar sementes para um Portugal mais compassivo, porque juntos somos mais fortes.

 Link para inscrição:https://forms.gle/6roZuPZCGtKBfZKL7

Dia 17 dezembro, 21h – 22 h 30 – Estratégias de auto-cuidado para cuidar ComPaixão no novo ano – com Cláudia Farinha

Vem aí um novo ano e é habitualmente altura de reflexão e de tomada de novas decisões. Vamos usar este tempo para refletir e falar de aspetos práticos, de estratégias de autocuidado, de cuidar, de ser cuidado e de cuidar-se. 

Como cuidamos de nós? Como podemos cuidar-nos melhor? Como ser compassivos para nós?

Todos somos, já fomos ou seremos cuidados.

Provavelmente somos, já fomos ou seremos, cuidadores

Cuidar do SER é prestar atenção ao sopro que o anima (Jean-Yves Leloup)

https://forms.gle/Tq8jGLN721hPvrLDA