Publicado em

Workshops da Amadora Compassiva em Novembro

Partilhamos convosco estas iniciativas gratuitas da Amadora Compassiva, para o mês de Novembro. É necessária a inscrição para cada workshop nos respetivos formulários.

1 – Dia 3 de novembro, 21h – 22h 30m – A avó esqueceu-se de nós ? Comunicar com a pessoa com demência – Elsa Mourão

Todos nós conhecemos ou temos perto de nós, na nossa família ou na nossa casa, uma pessoa com demência.

Como comunicar quando a avó que já não nos conhece? Como reagir a perguntas sucessivas e repetidas? Como respeitar a pessoa na sua vulnerabilidade e sofrimento? Como apoiar e estimular sem frustrar? O que dizer? E o que não dizer? Como ter uma presença compassiva?

Em conjunto vamos responder a estas e outras questões. Vamos partilhar experiências e estratégias.

https://forms.gle/MHZU5HsFMD2MAZA76

2 – Dia 7 de novembro, 16h – 17h 30m, Death café

Texto:

Ainda no Outono continuamos os Death Café, de novo promovido por Amadora Compassiva e Borba Contigo- Cidade Compassiva.

São momentos únicos de partilha e reflexão. Falar da morte é honrar a vida. Não há orador, nem moderador … será uma conversa fluida, sem guião, sem certo nem errado.

Todos os encontros são diferentes, porque há novas pessoas e nós somos também diferentes a cada dia.

Continuamos a lançar sementes para um Portugal mais Compassivo, porque juntos somos mais fortes.

https://forms.gle/QejAsR4GsNM5Nm8z9

3 – Dia 12 novembro, 20h -21h 30m – Eu decido, por isso faço o meu Testamento Vital – António Folgado

Pensar e refletir, sobre os seus valores e preferências, sobre o que de verdade lhe importa e sobre os cuidados que gostaria de receber

É fundamental poder escolher o que quer e o que não quer, para que a sua vontade seja respeitada, se um dia não puder decidir.

O Testamento Vital confere autonomia e proteção e garante que os seus desejos sejam respeitados pelos profissionais de saúde e familiares.

https://forms.gle/vZ9AwqMfY7NrjsqTA

4 – Dia 19 novembro, 20h – 21h 30m – “Ética e Vulnerabilidade” para Cuidar compaixão – Maria João Santos e Nuno Landeiroto

Recordaremos as palavras do professor Daniel Serrão, dizendo que “face a situações de grande vulnerabilidade, é eticamente aceitável a discriminação positiva em favor dos mais vulneráveis”

Como cuido do outro de forma Compassiva? Como integro esse cuidado no meu Agir?

Vamos falar de Vulnerabilidade, Ética e Compaixão, num espaço de reflexão e partilha

https://forms.gle/n96EnbniEHWY3bkp8